ccc

A adolescente Maria Fernanda Siqueira, de 17 anos, morreu nesta segunda-feira (23), quatro dias após o grave acidente na Via Dutra (BR-116), no último dia 19. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na ocasião, o carro era dirigido pelo avô dela, de 68 anos, que bateu na traseira de um caminhão parado sobre a pista, em Guaratinguetá (SP).

Ainda de acordo com a PRF, o acidente teve outras duas vítimas, sendo o idoso, que continua internado na UTI do hospital Frei Galvão, em estado grave; e a irmã de Maria Fernanda, a adolescente Maria Gabriela de Siqueira, de 15 anos, que já teve alta médica nesta segunda. As vítimas são de Potim.

Acidente

O carro onde estavam as irmãs e o avô bateu no km 62 da Dutra. De acordo com o boletim de ocorrência, um dos pneus de um caminhão estourou e o veículo ficou parado na pista. Com isso, o motorista do carro não conseguiu frear a tempo e colidiu na traseira do caminhão, deixando os três ocupantes presos nas ferragens.

De acordo com o hospital Frei Galvão, Maria Fernanda morreu às 7h30. O corpo dela foi velado na tarde desta segunda na igreja Santo Expedito, no bairro Villa Olivia, em Potim. O enterro acontece neste terça-feira (24) em Aparecida do Norte. A polícia civil irá investigar as causas para saber o motivo de o caminhoneiro ter parado sobre a pista.

TRISTEZA: Adolescente Maria Fernanda, de 17 anos, morreu nesta segunda (23) em decorrência dos ferimentos causados no acidente do dia 19, na Via Dutra, onde o carro do avó dela bateu na traseira de um caminhão parado sobre a pista. Concessionária NovaDutra terá que explicar porque o caminhão estava lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui