Uma distração no trânsito interrompeu a viagem internacional do aventureiro australiano Adrian Charles Kemmis, 30 anos, no começo da tarde de ontem. O acidente fatal aconteceu na alça de acesso à BR-277, na pista sentido Ponta Grossa, na Cidade Industrial.

O estrangeiro, que cruzou vários países em sua motocicleta Kawasaki 650, estava no Brasil há um mês. Adrian perdeu o controle da moto e, na queda, foi parar debaixo do rodado do caminhão Scania placa HRO-7999, que seguia na sua esquerda.

Ainda não se sabe por que o australiano caiu da moto, já que os veículos não se encostaram. Uma das hipóteses levantadas no local é que ele tenha tentado ultrapassar o caminhão pela direita e se assustou com a aproximação do veículo. É possível ainda que Adrian tenha se atrapalhado por desconhecer o trecho.

O penúltimo rodado do caminhão passou por cima do corpo da vítima. Bombeiros, médicos e socorristas do Siate se esforçaram para salvá-lo, mas o rapaz morreu na ambulância da concessionária que administra a rodovia.

“Ficamos cerca de 30 minutos tentando reanimá-lo, usamos o desfibrilador, mas infelizmente ele não resistiu”, lamentou o tenente Marco Antônio, do Corpo de Bombeiros.

Viagem

A moto de Adrian, com bauletos (caixas de metal acopladas) carregados de roupas, sacos de dormir, equipamentos fotográficos e mapas, revela que o rapaz era aventureiro. Saiu da Austrália para conhecer as Américas sobre duas rodas.

Ele chegou ao Brasil vindo do Uruguai, em 28 de agosto, pelo município de Chuí (RS). Seu passaporte foi carimbado no aeroporto de Buenos Aires, capital da Argentina. Na carteira do australiano, havia cédulas de Cuba e da Colômbia. Um mapa dos Estados Unidos indicava que ele também já tinha passado pela América do Norte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui