IRRESPONSABILIDADE: Motorista é preso dirigindo B~ebado e com seus dois filhos menores no carro. O flagrante foi na BR-277, em Cascavel (PR). Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), homem dirigia na contramão da BR-277; os filhos de 5 anos e 8 anos estavam no carro

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu no final da tarde de quinta-feira (21) na BR-277, em Cascavel (PR), um homem que dirigia bêbado acompanhado pelos seus dois filhos, de 5 anos e de 8 anos.

De acordo com a PRF, por volta de 17h30, os agentes foram avisados por usuários da rodovia de que um automóvel Fiat Uno transitava em zigue-zague na contramão na rodovia estadual PR-180, nas imediações da BR-277.

Ainda conforme relatos dos agentes, cerca de três quilômetros após ter ingressado na rodovia federal, o homem foi abordado por um policial militar que passava pelo local e também havia sido alertado por outros motoristas.

Os policiais disseram que instante depois, ao chegarem no local, constataram os sinais visíveis de embriaguez do homem, de 44 anos. No banco traseiro estavam seus dois filhos. Nenhum dos ocupantes usava cinto de segurança.

Ainda de acordo com a PRF, com forte hálito etílico, olhos vermelhos e fala arrastada, o homem recebeu voz de prisão em flagrante, que em casos de embriaguez notória dispensa o exame do bafômetro. Agressivo, o homem se negou a entrar na viatura policial e ele foi algemado fora do alcance de visão de seus filhos.

Aos agentes da PRF, o homem admitiu ter ingerido cachaça e cerveja antes de dirigir, em um sítio nos arredores de Cascavel. Questionado acerca da quantidade consumida, respondeu: “duas pingas e três latinhas de cerveja”.

Mais tarde, já dentro da unidade operacional da PRF, o preso concordou em fazer o exame do bafômetro, cujo resultado apontou 1,26 miligrama de álcool por litro de ar expelido dos pulmões. O índice é quatro vezes superior ao patamar de 0,3 miligrama de álcool, a partir do qual, além da infração administrativa, o motorista bêbado também tem a sua conduta enquadrada em crime de trânsito.

Antes de encaminhar o preso à delegacia, os agentes levaram as duas crianças até a casa delas, onde informaram a mãe sobre a prisão de seu marido. O carro foi recolhido porque tinha débitos de licenciamento.

A PRF registrou a ocorrência na 15ª Subdivisão da Polícia Civil em Cascavel. O crime de dirigir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool prevê pena de seis meses a três anos de prisão. Além da prisão em flagrante, o motorista é multado em R$ 2.934,70 e tem a carteira de habilitação suspensa pelo período de um ano.

Quem eventualmente avistar em rodovias federais situações de possível embriaguez ao volante ou prática de direção perigosa deve acionar a PRF pelo telefone de emergência 191.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui