Denúncia evitou conclusão de assalto a uma família, abordada por trio de criminosos. Ladrões tinham espalhado pedras na altura no km 77 da via. Dois suspeitos foram presos

Um motorista evitou um assalto na Rodovia Fernão Dias ao avisar a polícia que um grupo de criminosos interditou a pista com pedras, na noite desta terça-feira (25). Os policiais chegaram no momento em que uma família era roubada.

Por volta das 22 horas, uma família voltava para casa, em Atibaia, pela pista no sentido Minas Gerais. Para fazer o motorista parar, os ladrões espalharam pedras na altura do km 77, um dos pontos mais perigosos da rodovia. No trecho, a roda do carro da família foi danificada e o pneu murchou.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recebeu a denúncia de que assaltantes prepararam a armadilha na altura de Tremembé, na Zona Norte da cidade. A equipe chegou ao local no momento do roubo e a câmera da viatura registrou a abordagem.

Três ladrões haviam acabado de abordar a família e correram com a chegada da polícia. Um adolescente foi apreendido e um homem foi preso e vai responder por roubo, corrupção de menores e, dependendo da decisão da Justiça, também por tentativa de homicídio contra motoristas.

O terceiro assaltante conseguiu fugir. A polícia disse que um dos criminosos tinha um revólver e o outro usou uma navalha para ameaçar o motorista.

Violência na rodovia

No começo de junho, no mesmo trecho da Rodovia Fernão Dias, o caminhoneiro Leonil Ribeiro Leite parou para ajudar outro motorista, foi assaltado e morto.

Além do km 77 no sentido Minas Gerais, outro ponto considerado crítico é o km 84 no sentido São Paulo, na altura do Jaçanã. Segundo a polícia, os ladrões atacam e se escondem nas favelas do entorno.

“Eles sabem, monitoram com olheiros o lado onde a viatura está rodando, por onde ela já passou, sabem mais ou menos a hora. Eles praticam o assalto e correm para dentro da comunidade. Então, em dois minutos conseguem fazer uma ação dessa”, disse o inspetor da PRF Ricardo de Paula.

Fonte: www.g1.com.br/sp/sao-paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui