Neste lote estão previstas as concessões das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, que dão acesso aos municípios de Barra do Bugres, Nova Olímpia, Tangará da Serra e beneficiará toda a região médio-norte

Para potencializar o escoamento da produção agrícola, o Estado de Mato Grosso confirmou que realizará a concessão de mais 233 quilômetros de rodovias estaduais à iniciativa privada. O leilão está marcado para o dia 30 de novembro, na B3, em São Paulo, e a entrega de envelopes será dia 21 deste mês.

Este será o terceiro lote de rodovias a ser leiloado em 2018 na bolsa de valores visando a concessão de rodovias de mato-grossenses. Neste lote estão previstas as concessões das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, que dão acesso aos municípios de Barra do Bugres, Nova Olímpia, Tangará da Serra e beneficiará toda a região médio-norte.

Na atualidade, segundo dados oficiais da safra, divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a região médio-norte concentra 11,2 milhões de toneladas de soja (34,4%) e 12,3 milhões de toneladas de milho (44,6%). Segundo analistas, a região apresenta grande potencial de crescimento da produção.

“A concessão é vista pelo Governo do Estado como fundamental para o escoamento da produção agrícola de Mato Grosso. O estado é líder nacional na produção de grãos e algodão e dono do maior rebanho bovino do país. A concessão potencializará a infraestrutura estadual”, afirmou o secretário estadual e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Transporte, Marcelo Duarte.

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), estão previstos investimentos privados da futura concessionária na ordem de R$ 740 milhões na prestação de serviços públicos de conservação, recuperação, manutenção e melhorias das rodovias por um período de 30 anos.

O Governo do Estado tem previsão de arrecadar, inicialmente, R$ 3 milhões em outorga. Estudos técnicos orientam para cobrança de R$ 7,90 por praça de pedágio, que só serão instaladas após as rodovias receberem os investimentos em obras de melhorias necessárias.

Está é a segunda fase das concessões de rodovias estaduais realizadas pelo Pró-Estradas Concessões: Programa de Parcerias com o Setor Privado para Investimentos na Logística de Mato Grosso.

Na primeira fase, realizada em fevereiro deste ano, foram leiloados 300 quilômetros das rodovias MT-100 em Alto Araguaia (lote 1), e MT-320 em Alta Floresta (lote 2), que também são utilizadas para o escoamento da produção.

Os dois primeiros lotes foram arrematados pelo Consórcio Via Brasil, que para o primeiro ofertou lance de R$ 10,05 milhões, representando ágio de 179,16% sobre o valor de outorga mínimo de R$ 3,6 milhões, definido pelo edital.

Para o lote 2, o consórcio ofertou o lance de R$ 6,16 milhões, maior valor de outorga fixa, representando um ágio de 516% sobre o valor de outorga mínimo, que era de R$ 1 milhão, conforme definido previamente pelo edital.

As rodovias da região do médio norte do estado, que serão leiloadas neste mês, apresentam maior extensão e complexidade em relação aos lotes anteriores leiloados e, por esse motivo, a data do leilão teve que ser prorrogada em duas ocasiões.

Com a concessão do lote 3, o Estado irá alcançar 533 quilômetros de rodovias concessionadas à iniciativa privada e espera atrair investimentos na ordem de R$ 1,5 bilhão com as concessões de rodovias.

Reconhecimento

As concessões de rodovias estaduais realizadas pelo Governo de Mato Grosso estão entre as iniciativas finalistas da 2ª edição do PPP Awards Brazil 2018, a mais importante premiação do país. O Estado concorre como melhor do ano na categoria de melhor modelagem de concessão. Os vencedores serão anunciados em 11 de dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui