REDUÇÃO: A Artesp divulgou balanço que mostra queda no total de passageiros e de viagens no primeiro semestre de 2020, em SP. Foto: Aderlei de Souza

De acordo com a Artesp, nos seis primeiros meses de 2020, redução de passageiros foi de 52,47%, e de viagens, 46,64%

Entre janeiro e junho deste ano, a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) registrou queda de 52,47% no número de passageiros e de 46,64% nas viagens realizadas no serviço rodoviário regulado pela agência, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso porque, alinhada com as determinações do Governo do Estado de São Paulo, da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde, a Artesp elaborou o Comunicado Externo 03/2020, contendo orientações para o período da pandemia de coronavírus, como forma de incentivar as pessoas a ficarem em casa.

De março a junho houve uma redução significativa devido ao isolamento social. O número de passageiros nesses meses sofreu decréscimo de 78,83%. A queda mais relevante foi em junho, quando foram transportados 100.070 passageiros frente a 3.348.634 passageiros no mesmo período de 2019. A redução foi de aproximadamente 97,1%.

No mês de maio, foram transportados 3.470.254 passageiros em 2019 diante de 461.164 em 2020. Em abril de 2019, 3.594.178 passageiros foram transportados diante dos 375.574 no mesmo período de 2020. No mês de março de 2019, o número era de 3.709.954 passageiros, no mesmo período deste ano, caiu para 2.052.751.

O mesmo cenário ocorreu com as viagens. Nos meses afetados pela pandemia (março a junho) a queda foi de 64,07% em relação a 2019. A maior redução foi registrada em junho. No ano passado, foram 134.354 viagens e, em 2020, o número caiu para 9.322 viagens. A redução atingiu 93,1%.

No mês de maio de 2019 foram realizadas 140.530 viagens e, em 2020, 46.657. Em abril do ano passado, as viagens chegaram a 138.561 e, neste ano, ficou em 43.976. Em março de 2019 foram realizadas 145.349, enquanto em 2020 o número ficou em 100.859.

Recomendações da Artesp durante a pandemia:

A Artesp mantém a rotina de fiscalizações para orientar empresas e passageiros na correta higienização dos veículos, obrigatoriedade do uso das máscaras por parte dos funcionários e dos passageiros e recomendação do uso do álcool em gel. Além desses cuidados, é recomendado aos usuários manter a comunicação estritamente necessária durante a viagem, como forma de minimização da exposição e transmissão por meio de aerossóis e gotículas expelidas ao falar.

Em relação aos assentos, as empresas que operam linhas rodoviárias podem vender bilhetes de passagem conforme a capacidade de poltronas disponíveis. Elas devem manter sua frota em funcionamento em até um terço dos horários efetivos estabelecidos em tabela de linha aprovada pela Artesp e, dependendo da demanda, podem ampliar ou diminuir a porcentagem da frota mediante autorização expressa da agência.

“Desde o início da pandemia a Artesp vem adotando medidas para alertar a população para a importância de não fazer viagens e ficar em casa. É uma maneira de garantir o bem-estar e preservar a saúde de todos diante do cenário que estamos vivendo por causa da Covid-19”, explica Milton Persoli, diretor-geral da Artesp.

Fonte: Assessoria de imprensa da Artesp

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui