O Governo do Paraná investirá até dezembro deste ano cerca de R$ 334 milhões na recuperação e manutenção da malha rodoviária estadual. São cerca de R$ 1 milhão por dia aplicados na restauração de pistas, operações tapa-buracos, roçadas, recuperação da sinalização e recuperação total de trechos de rodovias. 

“O resultado deste esforço é a qualidade da malha rodoviária do Estado, que, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Transporte, é a segunda melhor do Brasil, ficando atrás de São Paulo”, afirmou o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

Ao longo do ano, são mais de 60 equipes trabalhando em mais de 11 mil quilômetros de rodovias. Em média, o DER tem cerca de dois mil profissionais trabalhando na conservação em todas as regiões: Norte, Noroeste, Oeste, Campos Gerais e Leste.

As obras vão beneficiar todos os paranaense e melhorar a condição de tráfego das rodovias e estradas. “O programa de Conservação e Manutenção das Rodovias visa a melhoria no escoamento de produtos das regiões e segurança aos usuários”, afirma o diretor-geral do DER-PR Nelson Leal Junior.

As equipes, contratadas pelo DER-PR, trabalham na recuperação do pavimento e na limpeza de valeta, bueiros, meio-fio, placas, pontes e faixa de domínio. Assim como no corte de vegetação, roçada manual e mecanizada. Essas ações irão proporcionar aos usuários melhor visibilidade das rodovias, evitando acidentes de veículos.

INVESTIMENTO – Todas essas obras, rotineiras, fazem parte do maior programa de recuperação rodoviária paranaense, onde o Governo do Paraná está investindo, desde 2012, cerca de R$ 840 milhões. A meta é manter a malha rodoviária entre as melhores do país.

Além deste investimento, o DER começou a fazer uma nova avaliação da malha rodoviária do Paraná. Técnicos do DER estão analisando como estão as condições da rodovia e que ações deverão ser tomadas para 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui