OBRAS: Dnit segue com as obras nas camadas do pavimento rígido na Serra da Rocinha, em Timbé do Sul (SC), trecho de 13 km que integra o Lote 2 das obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC. Foto: Divulgação

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), as obras de contenção dos taludes devem ser iniciadas até o mês de abril

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) segue executando as obras de pavimentação na Serra da Rocinha, em Timbé do Sul (SC), trecho de 13 quilômetros que integra o Lote 2 das obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC.

Segundo o Dnit, a sub-base de concreto compactado a rolo (CCR) conta com 6,7 quilômetros finalizados e, sobre este revestimento, já foram executadas as placas de concreto em 4,5 quilômetros de uma pista de 3,50 metros de largura. Nos próximos dias, será iniciada a pavimentação do acostamento no lado direito da rodovia.

Ainda de acordo com o Dnit, na Serra da Rocinha há oito quilômetros aptos a serem pavimentados, os quais devem estar com a camada de dez centímetros de CCR concluída até o fim de fevereiro, enquanto os cinco quilômetros finais aguardam o início das atividades referentes ao projeto de contenção de encostas, que está em fase final de composição de preços dos serviços. A expectativa é que as obras de contenção dos taludes sejam iniciadas até o mês de abril.

Segundo o Dnit, as placas de concreto de cimento, por sua vez, são colocadas com o auxílio de uma máquina pavimentadora. A cada 5 metros, barras de transferência são posicionadas nas juntas transversais e longitudinais, permitindo a correta transferência dos esforços entre as placas e restringindo o empenamento.

O órgão esclarece que este tipo de pavimento vem conquistando espaço no país devido a uma série de vantagens, como a alta durabilidade, o baixo custo de manutenção, a resistência ao tráfego pesado e a melhor qualidade de rolamento e segurança aos usuários, além de ser o mais indicado para segmentos em rampa, como é o caso da Serra da Rocinha.

O Dnit acrescenta que também no trecho de serra, há a conclusão de três dos quatro viadutos projetados, sendo que o último deles será entregue no fim de março. No Contorno de Timbé do Sul, há obras de drenagem e terraplenagem em 1,8 quilômetros (liberados após o mutirão de desapropriação de outubro de 2019), e os 2,2 quilômetros restantes estão concluídos. Nos 5 quilômetros já asfaltados e sinalizados do perímetro urbano, estão em andamento serviços de acabamento nas calçadas, cercas e paradas de ônibus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui