Apesar de a Justiça Federal ter determinado a redução em 26,75% nas tarifas e fechamento do pedágio de Jacarezinho, no Norte Pioneiro, nada, pelo menos por enquanto, foi alterado nas praças administradas pela Econorte. A medida vale para Jataizinho e Sertaneja e foi ordenada pelo juiz Rogério Dantas Cachichi em ação movida pelo MPF (Ministério Público Federal) com o apoio do governo estadual.

Com a decisão, é retomado o contrato original das obras assinado entre a concessionária e o DER (Departamento de Estradas e Rodagens do Estado do Paraná) em 1997. Em nota divulgada na noite desta quinta-feira, a assessoria de imprensa da concessionária informou que o despacho “foi proferido sem que fosse dada oportunidade de prévia manifestação, que ainda não foi intimada da decisão ou citada na ação civil pública”.

Marcos Zanutto/Grupo Folha

Marcos Zanutto/Grupo Folha

Além da diminuição na cobrança, o magistrado ordenou o início em 30 dias da construção do Contorno Norte de Londrina e o bloqueio de R$ 1 bilhão da empresa e suas controladoras.

Desde o início de outubro, as seis concessionárias de pedágio do Paraná estão sob intervenção administrativa por determinação da governadora Cida Borghetti. A ação busca assegurar o repasse de toda e qualquer informação. A intervenção foi recomendada pela CGE (Controladoria Geral do Estado) e PGE (Procuradoria Geral do Estado), após apurações divulgadas pela Operação Integração II.

Fonte: www.bonde.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui