PEDÁGIO: Obras da praça de pedágio no Km 298 da BR-101, em Laguna (SC). Foto: Divulgação/Via Costeira

De acordo com a empresa, cerca de 50% das obras dos quatros pedágios da rodovia foram concluídas; tarifa será de R$ 1,97

A construção das quatro praças de pedágio no trecho Sul da BR-101 segue em ritmo acelerado. A previsão é de que o trabalho seja concluído em março de 2021, de acordo com a CCR ViaCosteira (Concessionária Catarinense de Rodovias S.A). A empresa venceu o leilão de concessão da BR-101 no trecho Sul, formalizado em julho deste ano.

As praças estão sendo instaladas em trechos da rodovia que cortam os municípios de Tubarão, Laguna, Araranguá e São João do Sul. Nos trechos há desvios no fluxo do trânsito.

De acordo com a CCR Via Costeira, as cabines já estão fase final de construção, assim como a colocação de rede elétrica, hidráulica, rede de dados, pavimento rígido e drenagem.

Após a conclusão das obras, será necessária fiscalização e aprovação da ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre).

A cobrança da tarifa será iniciada posteriormente. O valor da tarifa ainda está indefinido. Apesar de ter como base o valor de R$1,97 – apresentado no leilão de concessão, ainda haverá reajuste de acordo com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) vigente.

Devidos às obras, ocorrem desvios no fluxo dos KM 298 (Laguna), 404 (Araranguá) e 457 (São João do Sul). Em Araranguá o desvio é sentido Sul, e Laguna e São João do Sul o desvio é sentido Florianópolis.

Os desvios são feitos por dentro das praças de pedágio. A previsão é de que o tráfego siga desta forma até o mês de fevereiro.

Manutenção

edital prevê também a recuperação das pistas. Nesta primeira etapa serão cerca de 60 quilômetros de restauração do trecho, detalha a empresa.

Dentre as ações estão novas vias marginais, novas faixas adicionais, melhorias de acessos, adequações de faixas de aceleração/desaceleração, pontos de ônibus, canalizações de tráfego e implantação de passarelas.

Os trabalhos iniciais também envolvem, entre outras coisas, serviços de manutenção, recuperação e conservação.

Atendimento 24h

A previsão é que já no primeiro trimestre de 2021 a estrutura operacional e de atendimento 24 horas esteja disponível aos usuários. Dentre os serviços previstos estão prestação dos serviços médico, mecânico e inspeção permanente de tráfego.

Serão seis bases de atendimento e 17 veículos operacionais, sendo seis ambulâncias, cinco guinchos e seis viaturas de inspeção.

Fonte: Portal ND+

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui