Mais 150 mil pessoas abordadas, mais de oito mil ultrapassagens proibidas e quase dois  mil motoristas flagrados sob o efeito de álcool

Mesmo com os constantes alertas a respeito de como dirigir com segurança nas rodovias brasileiras, os motoristas ainda cometem muitos excessos quando estão ao volante. Para se ter ideia, a Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta quarta-feira (26), o balanço da “Operação natal” 2018, nas rodovias federais brasileiras. Os números impressionam.

Durante o período de Natal, os agentes da PRF registraram mais de 70 flagrantes por hora de condutores fazendo ultrapassagens irregulares em rodovias federais. Também foram registrados 72.725 flagrantes de excesso de velocidade em rodovias federais de todo o Brasil.

Agentes flagraram um motorista dirigindo embriagado a 170km/h

Entre os dias 21 e 25 de dezembro, o policiamento da Polícia Rodoviária Federal funcionou em regime de reforço e abordou mais de 150 mil pessoas nesse período, que faz parte da “Operação Rodovida”. Durante os cinco dias da ação, a PRF focou sua fiscalização no combate a condutas como: ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade e direção após o consumo de álcool.

A “Operação Integrada Rodovida” é fruto da integração entre a Casa Civil, Ministérios da Segurança Pública, Saúde, Cidades, Transportes e os órgãos estaduais e municipais para reduzir as mortes no trânsito e o esforço que vem sendo realizado desde a segunda quinzena de dezembro contribuiu para a redução do número de acidentes e de sua letalidade.

Mesmo assim, entre sexta-feira (21) e terça-feira (25), a fiscalização intensiva dos agentes da PRF registrou 8.513 motoristas realizando ultrapassagens irregulares em todo o Brasil. As ações de fiscalização do órgão também focaram na alcoolemia ao volante: durante os quatro dias da Operação Natal, foram 1.907 autos de infração para motoristas que dirigiram após ingerir bebida alcoólica, um flagrante a cada 21 testes aplicados.

Limite é de 80km/h, mas o Volvo estava a 180km/h numa estrada federal.

Outros 5.807 motoristas foram flagrados sem cinto de segurança. Durante as fiscalizações, a PRF também emitiu 946 autos de infração para motociclistas sem capacete e 1.020 motoristas foram flagrados trafegando com crianças sem o dispositivo de segurança (cadeirinha).

Mesmo com ações de educação para o trânsito, nas quais policiais rodoviários federais alertam os motoristas sobre condutas que podem resultar em acidentes, o órgão contabilizou 1.166 acidentes em rodovias federais. Destes, 303 foram acidentes graves, quando resultam em, pelo menos, um óbito ou um ferido gravemente. Esses acidentes resultaram em 1.485 feridos e 89 mortos.

Múltiplos óbitos – Diversos acidentes pelo país deixaram um rastro de violência, resultando em múltiplos óbitos. Em Goiás, três adultos, duas crianças e duas bebês morreram sábado (22) em um acidente no km 80 da BR-153, em Porangatu, no norte goiano. O acidente envolveu três caminhões e dois carros de passeio.

Em Carazinho, Rio Grande do Sul, um carro de passeio e um ônibus colidiram frontalmente na manhã do mesmo dia 22, sábado, resultando em 4 (quatro) óbitos – três ocupantes do veículo de passeio e um passageiro do ônibus que, sem cinto de segurança, foi arremessado com o choque, encaminhado ao hospital local em estado grave mas não resistiu aos ferimentos.

Números preliminares de 21 a 25 de dezembro de 2018:
Pessoas fiscalizadas: 155.600
Acidentes: 1.166
Acidentes graves: 303
Feridos: 1.485
Óbitos: 89
Testes de alcoolemia: 59.963
Flagrantes de alcoolemia: 1.907
Autos de infração por falta de cinto de segurança: 5.807
Autos de infração por falta de capacete: 946
Flagrantes de condução de crianças fora da cadeirinha: 1.020
Flagrantes de uso de celular ao volante: 271

Enfrentamento da criminalidade:
Apreensão de 3,9 toneladas de maconha
Apreensão de 25 kg de cocaína
Apreensão de 32.500 maços de cigarros ilegais
Apreensão de 16 armas de fogo
Recuperação de 54 veículos
Detenção de 677 pessoas

Natal 2017 – O feriado de Natal do ano passado contou com um dia a menos se comparado a 2018, acontecendo entre os dias 22 e 25 de dezembro de 2017. No período a PRF registrou 3.539 motoristas realizando ultrapassagens irregulares e foram emitidos 627 autos de infração para motoristas que dirigiram após ingerir bebida alcoólica.

Na ocasião foram registrados pela PRF 1.352 acidentes em rodovias federais, com 252 acidentes graves que resultaram em 79 mortes. Outros 1.418 motoristas foram flagrados sem cinto de segurança. Durante as fiscalizações, a PRF também emitiu 232 autos de infração para motociclistas sem capacete e 278 motoristas foram flagrados trafegando com crianças sem o dispositivo de segurança (cadeirinha).

Durante os quatro dias do feriado de Natal de 2017, a PRF fiscalizou 33.133 pessoas e 32.630 veículos em todo o Brasil. Os policiais rodoviários federais também realizaram 19.358 testes de etilômetro (bafômetro). As ações de educação para o trânsito alcançaram 11.351 motoristas.

Operação Rodovida

Criada em 2011, a Operação Rodovida é uma ação do governo federal, comandada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da PRF, com apoio da Presidência da República, Casa Civil e dos ministérios das Cidades, da Saúde e dos Transportes.

Acontecendo em período de maior fluxo rodoviário (comemorações de final de ano, férias escolares de janeiro e Carnaval), época em que milhões de brasileiros pegam a estrada, com aumento de fluxo de veículos em praticamente todas as regiões do Brasil, a Rodovida priorizará ações integradas e simultâneas, envolvendo diversas agências de fiscalização, com atuação coordenada e sistêmica, dentro dos respectivos eixos de competência, com o intuito de somar forças no enfrentamento à violência no trânsito e na redução dos custos sociais decorrentes.

Em paralelo às ações de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal e instituições de segurança pública, os ministérios da Justiça, das Cidades, dos Transportes e da Saúde promoverão companhas publicitárias de conscientização em todo o Brasil. A operação seguirá até 10 de março e abrangerá o período das férias escolares, festas de Natal, Ano Novo e Carnaval, feriados marcados pelo aumento no fluxo de veículos e de passageiros.

Iniciativa a favor do trânsito seguro

O SOS Estradas, em parceia com a entidade “Trânsito Amigo”, está promovendo um concurso inédito que tem como objetivo salvar vidas no trânsito. “Uma simples ideia pode salvar vidas” é o tema do concurso, que pretende reunir sugestões de brasileiros, divididos em duas categorias: usuários de rodovias e motoristas profissionais, que poderão ser colocadas em prática sem custos altos.

Segundo o coordenador do programa SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, o número de mortes nas rodovias brasileiras é alarmante. “É como se 12 aviões caíssem por dia no Brasil com mortos e feridos, sendo que a maior parte das mortes e dos feridos graves é decorrente de acidentes nas rodovias”, alerta Rizzotto.

Os vencedores terão direito a um prêmio de R$ 7.500,00, por categoria. Saiba mais sobre o concurso, clique aqui. Participe! Sua ideia pode salvar vidas.

Fonte:Agência PRF e Estradas

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui