EM 1º LUGAR: o excesso de velocidade continua sendo uma das principais causas de infrações de trânsito nas rodovias federais, segundo a PRF. Fotos: Divulgação

PRF divulgou o ranking das multas mais emitidas durante o primeiro trimestre de 2019 no estado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nessa terça-feira (30) a lista das 20 infrações de trânsito mais registradas pelo órgão durante o primeiro trimestre deste ano no Paraná.

Entre as autuações mais comuns, estão o excesso de velocidade, transitar com farol baixo desligado e ultrapassagens proibidas.

Os radares portáteis operados por agentes da PRF flagraram 52,4 mil veículos em velocidades até 20% superiores ao limite máximo. Outros 17,3 mil trafegavam de 20% a 50% acima do limite.

Nesse trimestre, foram flagrados 1.769 veículos que superam em mais de 50% a velocidade máxima, infração que, além da multa, gera um processo de suspensão da carteira de habilitação, por um período de dois a oito meses. esse número equivale a quase 20 motoristas autuados por dia.

De janeiro a março, as equipes da PRF emitiram 7,2 mil autuações por farol baixo desligado em rodovias e  4,9 mil por ultrapassagens em trechos de faixa contínua no Paraná. No total, a PRF registrou 122,5 mil autuações no período.

Mais de 2,5 mil veículos foram autuados por mau estado de conservação, o que inclui pneus desgastados e problemas no sistema de freios, por exemplo.

Falta de CNH

Nas mil e trezentas abordagens, o condutor não era habilitado para guiar o veículo. Em outras 779, dirigia sob efeito de bebidas alcoólicas. Os flagrantes de veículos transitando pelo acostamento somaram 589 autuações.

Os policiais rodoviários federais abordaram ainda 502 veículos nos quais crianças eram transportadas sem o equipamento de retenção adequado à idade –assento de elevação, cadeirinha ou bebê-conforto.

Durante o primeiro trimestre deste ano, a PRF registrou 116 mortes no Paraná, uma alta de 27,5% em relação ao mesmo período de 2018, quando 91 pessoas morreram.

As principais causas dos acidentes fatais foram desobediência às normas de trânsito, falta de atenção à condução, velocidade incompatível, falta de atenção do pedestre, ingestão de bebidas alcoólicas, sono, defeito mecânico e ultrapassagens indevidas.

Veja a lista

 

Fonte: Texto e fotos: Fernando Oliveira/Agência PRF
Infográficos: Maciel Jr/Agência PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui