TRAGÉDIA: Ao menos quatro pessoas morreram e mais de 34 ficaram feridas após o ônibus, placas KDV8B80, da empresa Neves Tur, tombar no acostamento da BR-222, na Serra de Tianguá, no Ceará, na madrugada desta sexta-feira (22), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Foto: Divulgação/PRF-CE

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ocorrência foi registrada no km 301 da BR-222, trecho da serra de Tianguá; vítimas são Maranhão, que viajavam para Fortaleza; ônibus está totalmente irregular

ANTT informou que o veículo não tem autorização para transportar passageiros; Estradas identificou que o cronotacógrafo, equipamento obrigatório, não tem registro de verificação exigida pelo Contran

Ao menos quatro pessoas, sendo duas mulheres, morreram e mais de 34 ficaram feridas após o ônibus, placas KDV8B80, da empresa Neves Tur, tombar no acostamento da BR-222, na Serra de Tianguá, no Ceará, na madrugada desta sexta-feira (22), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ainda de acordo com a PRF, o trecho ficou interditado no sentido Sobral-Serra Grande, até por volta das 10h45. O coletivo foi multado em setembro, em Sobral (CE), por trafegar em mau estado de conservação. Na ocasião, ele foi escoltado pela viatura da PRF até o local para conserto.

Segundo a PRF, o ônibus foi fretado por passageiros do Maranhão que estavam indo a Fortaleza para uma prova de concurso público da Funsaúde neste fim de semana. O acidente (sinistro) aconteceu por volta das 3h, duas pessoas morreram no local, já outras duas foram socorridas, mas faleceram no hospital.

Conforme informou a PRF, na lista dos passageiros do ônibus consta 49 pessoas, incluindo dois motoristas. Destes, ao menos duas pessoas embarcaram em Teresina (PI). Foram registrados 34 mulheres e 13 homens entre os passageiros, com idades entre 20 anos e 60 anos, além de uma criança de 12 anos.

De acordo com a PRF, as vítimas fatais no local foram duas mulheres, sendo umas com 20 anos e outra com 30 anos, moradoras em Caxias (MA) e Barra do Corda (MA), respectivamente. Ainda não foi possível confirmar a identificação das outras duas prováveis vítimas.

Socorro às vítimas

No momento do acidente, outro ônibus que transportava profissionais de saúde passava pelo local e seus passageiros iniciaram os atendimentos emergenciais às vítimas do acidente.

Segundo o Hospital e Maternidade Madalena Nunes, em Tianguá, 34 pessoas deram entrada na unidade, sendo três em estado grave, que foram transferidos para a Santa Casa de Misericórdia, em Sobral. Os demais, com escoriações, estão em atendimento na unidade de saúde.

De acordo com a PRF, o motorista pode estar entre as vítimas que foram socorridas e levadas ao hospital. Num primeiro momento, os agentes informaram que ele teria fugido do local. Ainda está sendo investigada essa possibilidade. O número de pessoas feridas e mortas ainda está sendo calculado.

No início desta manhã, a pista encontrava-se bloqueada parcialmente e o fluxo de veículos estava sendo orientado por equipe a PRF no sistema pare e siga. Por volta das 10h30, a rodovia foi completamente liberada.

Em nota, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) prestou solidariedade às vítimas do sinistro. As equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Ceará (SAMU) e do Corpo de Bombeiros atuaram no atendimento às vítimas. “É uma prioridade da Sesa proporcionar a completa assistência aos feridos, com monitoramento do quadro de saúde de cada um“, diz o comunicado.

TRAGÉDIA: Conforme divulgou o Hospital e Maternidade Madalena Nunes, em Tianguá , 34 pessoas deram entrada na unidade. Três, em estado grave, foram transferidos para a Santa Casa de Misericórdia, em Sobral.

Segundo informações do Hospital e Maternidade Madalena Nunes, em Tianguá , para onde os feridos foram socorridos, 34 pessoas deram entrada na unidade. Três em estado grave foram transferidos para a Santa Casa de Misericórdia, em Sobral. Os demais, com escoriações, estão em atendimento na unidade de saúde.

Ônibus totalmente irregular

O Estradas apurou que o ônibus envolvido no sinistro está totalmente irregular. Não podia estar em circulação, porque não tem verificação obrigatório de cronotacógrafo, conforme art. 230, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A reportagem entrou em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para saber da situação do ônibus. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Agência informou que o veículo não tem autorização para realizar o transporte interestadual de passageiros. Veja a nota oficial da ANTT:

Até o momento, sabemos que o veículo saiu de Presidente Dutra/MA em direção a Fortaleza. A empresa não tem TAF (Termo de Autorização de Fretamento) e não poderia realizar transporte interestadual remunerado de passageiros.

O Estradas também apurou com a PRF do Ceará, que o número de feridos ainda está indefinido. Entre as vítimas fatais, duas morreram no local, e outras duas, no hospital.

Sobre o motorista, num primeiro momento, foi divulgado que ele havia evadido do local. Entretanto, ainda de acordo com a PRF, ele pode ser uma dos feridos que foi socorrido para o hospital. A Corporação está investigando.

(*) Matéria atualizada às 18h de 23/10/21

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui