MEGARECALL: A Toyota e a Honda estão promovendo um megarecall de vários modelos por conta de problemas nos airbags. Foto: Aderlei de Souza

De acordo com as montadoras, problemas nos airbags dos modelos produzidos por ambas desencadeou a convocação

A Toyota e a Honda estão envolvidas em um mega recall por problemas nas bolsas de ar de seus carros. Enquanto os carros da Honda ainda fazem parte da série de recalls causados pelos airbags da Takata, a Toyota enfrenta uma situação diferente. Ao todo foram afetados mais de 6 milhões de carros em todo o mundo – nos dois casos o Brasil não está envolvido até o momento.

Toyota

A Toyota identificou problemas no controle eletrônico que comanda o disparo do airbag. Esse sensor pode não estar corretamente isolado, o que causaria mau funcionamento do sistema ou, até mesmo, a falha total. Até mesmo o posicionamento do cinto de segurança pode estar afetando o funcionamento do sistema.

Os modelos afetados são Corolla 2011 a 2019, Avalon 2012 a 2018 e Matriz 2011 a 2013. Apenas nos Estados Unidos foram 2,9 milhões de Toyotas chamados no recall, enquanto o restante do mundo fecha os 3,4 milhões de carros envolvidos.

AIRBAGS DA TWR: Os modelos afetados são Corolla 2011 a 2019, Avalon 2012 a 2018 e Matriz 2011 a 2013. São 3,4 milhões de carros envolvidos no mundo todo. Foto: Aderlei de Souza

Os airbags foram produzidos pela TWR e podem afetar outras marcas como Fiat, Chrysler, Jeep, Dodge, RAM, Alfa Romeo, Maserati, Honda, Kia, Hyundai e Mitsubishi que usam o mesmo fornecedor.

O grupo Fiat Chrysler já realizou reparos em 2 milhões de carros equipados com esse tipo de airbag, enquanto Hyundai e Kia anunciaram recall de 1 milhão de carros em 2018. Até o momento carros vendidos e importados no Brasil não foram afetados por esse chamado global, tanto da Toyota quanto de outras marcas citadas.

Honda

O caso da Honda é um tanto quanto diferente do ocorrido com a Toyota. Os 2,4 milhões de carros chamados para reparos nas concessionárias da marca fazem parte de mais uma rodada do recall dos airbags Takata. Até o momento não há confirmação se modelos vendidos no Brasil foram afetados nesse chamado.

Afetados estão carros da Honda e da divisão de luxo Acura, sendo todos do final dos anos 1990 e início dos anos 2000. Foram convocados Accord cupê e sedã feitos entre 1998 e 2001, Civic cupê e sedã feitos entre 1996 e 2000, CR-V produzidos entre 1997 e 2001, Odyssey feitas entre 1998 e 2001, EV Plus 1997 e 1998.

Além disso, os Acura CL 1997 e 1998, e MDX feitos entre 1999 e 2001, além das Isuzu Oasis (versão rebatizada da Honda Odyssey) fabricadas entre 1998 e 1999 também foram convocados para o recall.

Os problemas são os mesmos de outros milhares de recalls convocados por conta do uso de airbags Takata: o sistema pode apresentar mau funcionamento causado por vazamentos de gases do sistema, levando a uma atuação insuficiente das bolsas de ar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui