MELHOR DE TODAS: Pesquisa CNT de Rodovias 2021 apontou que a Rodovia Euclides da Cunha (SP-320), administrada pelo DER de SP, é a melhor do País. Foto: Divulgação

De acordo com pesquisa da CNT, em segundo lugar ficou a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), sob concessão. Levantamento mostrou também que 74,2% dos entrevistados classificaram as rodovias federais concedidas como ótimas ou boas

Durante 30 dias, 21 equipes da Confederação Nacional do Transporte (CNT) percorreram as cinco regiões do Brasil para saber o nível de satisfação dos usuários das rodovias no País. Nessa quinta-feira (2), o relatório foi divulgado à imprensa.

Apesar de o levantamento mostrar que os trechos rodoviários concedidos, de uma maneira geral, estão mais bem cuidados, a Rodovia Euclides da Cunha (SP-320), sob administração do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), localizada no interior de São Paulo, foi considerada a melhor rodovia do Brasil, conforme divulgação do ranking geral.

Segundo a CNT, o levantamento mostrou também que 74,2% dos usuários consideram as rodovias federais concedidas como boas ou ótimas. A pesquisa levou em consideração os quase 11 mil quilômetros sob competência da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Segundo a CNT, o objetivo da pesquisa foi coletar as características e avaliar a qualidade das rodovias pavimentadas brasileiras. Além disso, o intuito é subsidiar os estudos para que políticas setoriais de transporte, projetos privados, programas governamentais e atividades de ensino e pesquisa resultem em ações que promovam o desenvolvimento do transporte rodoviário de cargas e de passageiros. O estado geral analisado envolve três características estudadas: pavimento, sinalização e geometria da via.

A retomada de investimentos na malha rodoviária avançou em 2021, condição indispensável para promoção do desenvolvimento logístico e socioeconômico do país.

SEGUNDA MELHOR: Levantamento da CNT mostrou que a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) foi eleita a segunda melhor do Brasil. Foto: Aderlei de Souza

Trechos avaliados

De acordo com a CNT, em 2021, foram pesquisados 109.103 quilômetros de rodovias pavimentadas. Essa extensão abrange a totalidade das rodovias federais e, ainda, trechos de rodovias estaduais consideradas relevantes em termos socioeconômicos, estratégicas para o desenvolvimento regional e que contribuem para a integração com outros modos
de transporte – de cargas e de passageiros.

Ainda de acordo com a CNT, a extensão das rodovias federais pavimentadas em pista dupla
apresentou um aumento, entre 2010 e 2020, de 57,6% – em média, 4,7% ao ano. Esse
tipo de rodovia, porém, responde atualmente por apenas 11,1% do total da malha federal pavimentada. A malha não pavimentada, por outro lado, representa a maior parte (78,5%) da extensão total da malha rodoviária nacional.

Veja a pesquisa, clicando aqui.

Com informações da Ascom da CNT

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui