O evento pretende contribuir para reduzir as tragédias nas rodovias com veículos pesados

Nesta quarta-feira, 18 de maio, com apoio da Procuradoria Geral do Trabalho, será realizado em Brasília (DF), na sede do Ministério Público do Trabalho, o seminário: “Transporte Rodoviário Socialmente Responsável”.

Com a participação de vários representantes do setor público e privado, caminhoneiros, além de contar com a colaboração de entidade de vítimas de trânsito, o evento busca difundir boas práticas que possam reduzir os acidentes (sinistros) nas viagens rodoviárias, assim como a exploração de motoristas profissionais e a concorrência desleal na categoria.

O Procurador Geral do Trabalho, dr. José de Lima Ramos Pereira, fará a abertura do evento que durante quatro horas, das 9h às 13h, vai debater os seguintes temas:

  1. AS DIFICULDADES ENCONTRADAS PELAS AUTORIDADES

Neste painel, as instituições responsáveis pela fiscalização das condições de trabalho, do trânsito nas rodovias e do atendimento aos sinistros vai explicar de que forma a iniciativa privada e as entidades da sociedade civil organizada podem contribuir para garantir que o transporte seja mais seguro e que haja uma efetiva redução de autuações de infrações decorrentes da má conduta dos motoristas e demais atores do universo do transporte de carga.

As apresentações estarão sob o comando do diretor de Operações da Polícia Rodoviária Federal, Djairlon Henrique Moura; seguido do coronel Marcelo Egídio Costa, da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME).

Logo depois, será a vez de Felipe Ricardo da Costa Freitas, superintendente de Fiscalização de Serviços de Transporte de Cargas e Passageiros da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Encerrando o primeiro painel, o dr. Luciano Lima Leivas do Ministério Público do Trabalho (MPT).

2) OS DESAFIOS DA INICIATIVA PRIVADA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

Para garantir a segurança no transporte, caminhoneiros, transportadoras e os donos da carga também enfrentam dificuldades. O objetivo do painel é que sejam identificados cada uma delas e a forma de superá-las, ajudando as autoridades e contribuindo assim, ainda mais para a segurança viária.

Neste painel, serão apresentadas as sugestões da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), representada por Marlon Maues. A seguir, o diretor-executivo da Associação Brasileira das Concessionárias de Rodovias (ABCR), José Carlos Cassaniga, trará a perspectiva de quem administra as melhores rodovias do país.

Diego Hoffmann, da Sociedade Internacional de Pesagem em Movimento e da ABEETRANS, vai abordar as tecnologias de pesagem em movimento e o controle de velocidade. Já o gerente de Transportes da Raízen, Gabriel de Lima Salgado, vai apresentar a experiência do grupo no transporte rodoviário socialmente responsável.

Em seguida, será exibido depoimento do caminhoneiro Cajau Antonelli, uma verdadeira aula sobre o que é de fato o transporte rodoviário socialmente responsável, por quem vive o dia a dia da categoria.

3) BOAS PRÁTICAS PARA EVITAR AS TRAGÉDIAS RODOVIÁRIAS

O aumento da segurança no transporte passa por boas práticas e, neste painel, serão apresentadas várias sugestões para aprimorar a atuação responsável no transporte rodoviário.

A auditora fiscal do trabalho, Jacqueline Carrijo, vai apresentar os primeiros resultados da operação “Saúde e Segurança do Trabalho nas Estradas Salvam Vidas”, realizada no último dia 10 de maio, na BR-060 em Anápolis, estado de Goiás.

Jefferson Oliveira, conselheiro do Sindipeças, fará uma análise sobre a manutenção da frota de veículos pesados no país. Já Francisco Garonce, membro de Câmara Temática do Contran, com sua experiência de aviador, vai mostrar como a segurança no transporte aéreo pode servir de modelo para o transporte rodoviário.

Já o diretor de Postos de Rodovias da Fecombustiveis, Giancarlo Pasa, dará sua contribuição mostrando como viabilizar mais locais seguros para o pernoite dos caminhoneiros.

4) O CUSTO DOS “ACIDENTES” (SINISTROS)

Ao final, especialistas vão explicar o custo dos sinistros não apenas do ponto de vista econômico, mas também humano e social.

A seguir, Renato Dias, presidente da Associação Brasileira de Toxicologia (ABTOX), vai apresentar o impacto positivo na redução de acidentes e uso de drogas, após a exigência do exame toxicológico de larga janela de detecção para motoristas de caminhão e ônibus.

O médico Antônio Meira, presidente da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), vai demonstrar o custo das tragédias rodoviárias e do trânsito em geral, para o sistema de saúde e previdência.

Cláudio Contador, ex-diretor da Escola Nacional de Seguros, vai atualizar os dados do custo dos sinistros de trânsito no país. Utilizando o enfoque dado no estudo em que é co-autor : “Estatísticas da Dor e da Perda de Futuro: Novas Estimativas”.

Encerrando o evento, Rodolfo Rizzotto, coordenador do SOS Estradas e um dos fundadores da Associação de Parentes, Amigos e Vítimas de Trânsito – TRÂNSITOAMIGO, falará sobre o gigantesco contingente de pessoas que não aparecem nas estatísticas mas sofrem as consequências da violência no trânsito pelo resto de suas vidas.

Ao mesmo tempo, vai explicar a formação do grupo de trabalho para garantir “Boas práticas para o transporte rodoviário socialmente responsável”.

SEMINÁRIO TERÁ TRANSMISSÃO ONLINE

O evento terá início às 9h com término às 13h. Cada painel tem previsão de 1 hora de duração. O auditório tem limites de ocupação em função de protocolos da Covid-19. Serão apenas 50 lugares disponíveis e reservados com antecedência através do e-mail seminario@estradas.com.br

Todos os participantes presenciais serão identificados previamente e deverão apresentar comprovante de vacinação e usarem máscaras durante a permanência no ambiente da PGT.

Além disso, haverá transmissão ao vivo por meio do Canal TVMPT no YouTube , pelo link https://youtu.be/wTmDjGl1OaQ .

Todos os participantes presenciais serão identificados previamente e deverão apresentar comprovante de vacinação e usarem máscaras durante a permanência no ambiente da PGT.

Mais informações pelo E-mail: seminario@estradas.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui