Feriado da Padroeira deverá registrar pelo menos 150 mortes nas rodovias brasileiras

Analisando os dados dos feriados com três dias de operação nas rodovias federais e estaduais de 2017 até 2020, o SOS Estradas prevê que, mantido o comportamento dos usuários das rodovias e o nível de fiscalização, deveremos ter 150 mortes neste feriado.

Destas metade nas rodovias federais, e pelo menos 1.600 feridos somando os estimados 1.600 acidentes nas rodovias federais e estaduais. No feriado da Independência este ano, foram 933 acidentes apenas nas rodovias federais, deixando 97 pessoas mortas e 1.103 feridos.

“Nós queremos errar na previsão mas a média dos últimos 4 anos indica que isso deve ocorrer, mesmo que a movimentação das rodovias ainda sofra as consequências da pandemia. Os dados do feriado de sete de setembro nas rodovias federais mostraram aumento significativo de mortos, feridos e acidentes em relação a 2018, quando também foram três dias de operação.”, esclarece o Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto.

Para conscientizar os usuários das rodovias e homenagear as vítimas de acidentes e seus familiares, o SOS Estradas lança neste feriado a campanha: “Não seja responsável por histórias sem final feliz!” .

Precisamos aprender com as mortes, nem que seja em respeito as vítimas e seus familiares

O objetivo da campanha, que conta com o apoio da Trânsito Amigo, entidade de vítimas de trânsito, é fazer com que possamos aprender com essas tragédias e por isso precisamos entender que por trás das estatísticas existem pessoas, algumas que não completam sequer 1 mês de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui