O trecho no km 407 da BR-116, entre Camaquã e Cristal, no Sul do Rio Grande do Sul, começou a ser liberado na manhã desta quarta-feira (19) após ser totalmente fechado para o fluxo de veículos na noite de terça-feira (18) devido ao acúmulo de água da chuva. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a liberação parcial se iniciou às 6h30.

Conforme o agente João Santos Junior, da PRF de Camaquã, um congestionamento de 7 quilômetros chegou a se formar no local, em ambos os sentidos da rodovia. Ainda segundo a PRF, não há mais pontos totalmente bloqueados na BR-116, nem em outras rodovias federais do estado.

Para quem se desloca da Zona Sul do estado em direção à Região Metropolitana de Porto Alegre, a opção é pegar a BR-392 em Canguçu, depois a BR-471 em Encruzilhada do Sul até o entroncamento com a BR-290, rumo à capital gaúcha, para evitar maiores problemas. O trajeto é o mesmo para quem se desloca no sentido contrário. O percurso, no entanto, aumenta em cerca de duas horas o tempo de viagem.

Estragos no Sul do estado
A chuva deu uma trégua na Região Sul na manhã desta quarta. Na terça foram registrados quase 100 milímetros de chuva na cidade de Pelotas, segundo o Centro de Pesquisas Meteorológicas da UFPel. E Camaquã muitos bairros ficaram alagados. Também chove fraco no município nesta manhã.

Em Chuvisca o mau tempo danificou cinco pontes, causou estragos em lavouras e as aulas foram suspensas. As escolas de Camaquã e Cristal também suspenderam as aulas devido aos problemas de acesso nos municípios.

Em Cristal, a forte chuva chegou a derrubar o muro de um cemitério. Equipes da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) e da Defesa Civil foram ao local e a situação foi normalizada. O acesso à cidade de Amaral Ferrador permanece apenas por Encruzilhada do Sul. Em função do nível do Rio Camaquã, a travessia de balsa foi suspensa.

Há possibilidade de novas chuvas e fechamento das pistas outra vez. Para se manter informado ligue para a concessionária Univias pelo 08009791133 e confira a situação atualizada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui