A Polícia Rodoviária de Sorocaba apreendeu 2 mil comprimidos de ecstasy, sábado (4), às 19h, no quilômetro 74 da rodovia Castello Branco – próximo à divisa de Itu. A droga estava em um veículo ocupado por dois moradores de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Com a dupla também foram encontrados R$ 1.340,00 em dinheiro. Os vendedores Wendel Coppe Ramos, 30 anos, e André Mendes Ezequiel, 32, disseram à polícia que adquiriram o ecstasy em Campinas. Em depoimento, eles afirmaram que o destino do material seria os bailes funks do Rio de Janeiro.


A abordagem dos acusados por tráfico foi feita em uma blitz de rotina feita pela Polícia Rodoviária. O veículo Fox, de cor branca, com placas de Duque de Caxias e ocupado pela dupla fluminense, não acatou a ordem de parada e seguiu pela Castello Branco. Os cabos Codinhoto e Mello e o soldado Xabregas, do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), perseguiram o automóvel e conseguiram pará-lo depois de dois quilômetros.


Na revista feita no local, os policiais encontraram a droga e o dinheiro dentro de uma bolsa. Os comprimidos estavam divididos em quatro sacos plásticos transparentes e lacrados. Em cada um deles havia 500 unidades de ecstasy. A dupla foi presa em flagrante acusada de tráfico de entorpecente e encaminhada à sede da Polícia Federal de Sorocaba. Após o término do boletim de ocorrência, os dois acusados foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba, no bairro de Aparecidinha. A polícia não soube informar se a apreensão de ontem foi a maior registrada neste ano na cidade.


Em 2007, a Delegacia de Investigações Sobre Intorpecentes (Dise) apreendeu na rodovia que liga as cidades de Itu e Salto um dos principais fornecedores de ecstasy do interior de São Paulo. Baby, como era conhecido, foi flagrado com 500 comprimidos da droga. A Polícia acreditava que ele comercializava cerca de 20 mil unidades por mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui