Um grave acidente envolvendo uma carreta e um micro-ônibus deixou, pelo menos, 14 mortos e 15 feridos, na manhã de ontem,  segunda-feira (25), na BR-251, próximo de Padre Carvalho, no Norte de Minas. Dos feridos, cinco estão em estado grave. Como o tacógrafo da carreta registrava 84 km/h na hora do acidente, no trecho em que o limite é de 60 km/h , há suspeita de que o excesso de velocidade possa ter contribuído para o acidente, até porque chovia na hora em que ocorreu.

A colisão aconteceu por volta das 6h30, na altura do KM 280. O micro-ônibus é do Serviço de Transporte em Saúde (SETS) que transportava pacientes de Rubelita para tratamento em Montes Claros.

Testemunhas informaram que chovia no momento da batida e que o condutor da carreta teria perdido o controle da direção, fazendo um “L” e colidido contra o micro-ônibus, que estava na pista contrária.

O veículo pertence ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Rio Pardo (Cisarp). O secretário executivo da empresa, Célio Brito, informou que o motorista é experiente e estava devidamente cadastrado para fazer a viagem. Ainda segundo ele, a manutenção e a documentação do veículo estão em dia.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou o resgate das vítimas, que foram encaminhadas para hospitais de Taiobeiras e Salinas.

Segundo a Polícia Militar de Rubelita, os pacientes faziam tratamento em Montes Claros todas às segundas e terças-feiras. O grupo saiu do município às 4h. As vítimas realizavam hemodiálise, exames do coração e outras consultas. Nesta segunda, 26 pessoas estavam no transporte.

Estado de saúde

Cerca de nove pessoas foram socorridas para o Hospital Municipal de Salinas. Os feridos apresentavam várias fraturas, traumas torácicos e cortes na cabeça. Entre os pacientes, estava uma menina de apenas 6 meses que teve traumatismo craniano.

Segundo o hospital, ela e as outras pessoas com o quadro clínico mais grave foram encaminhados a um hospital de Montes Claros.

Algumas das vítimas, que apresentavam escoriações e sem risco de morte, foram atendidas ainda no local pelos socorristas do Samu e, em seguida, levadas para Rubelita em ambulâncias da cidade.

O motorista da carreta, José Carlos Vieira, de 37 anos, que é de Curitiba e ficou preso às ferragens, também foi para o hospital de Salinas. O condutor do micro-ônibus não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Desespero

Ainda segundo militares, os moradores de Rubelita ficaram desesperados com a notícia do acidente. O município tem aproximadamente 7.000 habitantes.

“A cidade está em choque. Ninguém esperava por essa tragédia. “, informou um morador da cidade, que pediu para não ter o nome divulgado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui