INFRAÇÕES: A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Piauí divulgou recentemente os números referentes à fiscalização de trânsito em 2020, e o resultado foi o aumento no número de proprietários de veículos flagrados entregando a condução de veículos a pessoas inabilitadas. Foto: Divulgação/PRF

De acordo com levantamento da PRF, em 2020, foram flagradas 98 pessoas cometendo esse crime de trânsito no Estado; no mesmo ano, 19 pessoas morreram em sinistro (acidente) com condutores inabilitados

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Piauí divulgou recentemente os números referentes à fiscalização de trânsito em 2020, e o resultado foi o aumento no número de proprietários de veículos flagrados entregando a condução de veículos a pessoas inabilitadas.

De acordo com a PRF, foi registrado um índice de 84,9% a mais no números de pessoas flagradas cometendo esse tipo de crime de trânsito se comparado a 2019. No total, foram 98 proprietários foram identificados e levados a responder judicialmente pelo ato.

Sinistros e mortes

Ainda de acordo com a Corporação, a intensificação da fiscalização no sentido de combater esse tipo de crime, promoveu uma redução no número de mortos em sinistros nos quais pelo menos um dos condutores era inabilitado. Foram 19 mortos, que representa redução de 34,5% em relação a 2019.

Segundo a PRF, foram contabilizados ainda 216 sinistros, sendo 84 de natureza grave envolvendo 155 feridos. Esses números praticamente não se alteraram com relação ao ano passado.

De acordo com a PRF, todos os condutores flagrados cometendo esse tipo de infração, além das autuações de trânsito, a pessoa responde pelo crime tipificado no Art. 310 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e pode ser detido com uma pena que varia de seis meses a um ano ou multa.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui