FECHADA: PRF e Ecovia fecharam onte (9), às 22h45 a BR-277, em Curitiba (PR) por conta da flata de visibilidade. Não há previsão de liberação. Foto: Divulgação

De acordo com a PRF e a concessionária Ecovia, medida foi tomada às 22h45, por questões de segurança

O trecho do acidente na BR-277 onde oito pessoas morreram durante um engavetamento com 22 veículos, no dia 2 de agosto, foi interditado novamente pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela concessionária Ecovia por causa da falta de visibilidade causada por fumaça de queimadas e neblina.

A interdição, conforme a PRF, ocorre desde 22h45 de domingo (9) nos dois sentidos da rodovia e não há previsão para liberação. O trecho fica na altura do km 76, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

A medida foi tomada para evitar novas tragédias no trecho. Na semana passada, o trecho também chegou a ser interditado por dois dias consecutivos.

O acidente foi um engavetamento e envolveu cinco motocicletas, 16 carros, sendo um da Polícia Militar, e um caminhão.

No momento das batidas, a PRF e a Ecovia, relataram que a visibilidade na rodovia ficou prejudicada em função da fumaça gerada por uma queimada. Vinte e uma pessoas também ficaram feridas.

A falta de visibilidade foi o motivo para o acidente, conforme a Ecovia. Segundo os bombeiros, a ocorrência começou com um primeiro acidente envolvendo alguns carros, perto de uma passarela.

Em seguida, o caminhão que trafegava atrás tentou desviar dos veículos que estavam parados pela batida, mas acabou atropelando quatro ocupantes que haviam saído dos veículos e estavam na lateral da pista.

Depois disso, outros veículos também colidiram, ainda conforme os bombeiros. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte: Portal G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui