IRRESPONSABILIDADE: A maior causa dos acidentes nas rodovias brasileiras continua sendo o fator humano. E nas estradas paulistas não foi diferente nesse carnaval. A PMRV registrou 840 acidentes com 40 mortes e 561 feridos. Um dos mais graves foi na SP-258 (foto), com quatro mortes. Foto: Alerta Itapeva

De acordo com o balanço da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), fiscalização rigorosa flagrou mais de 31 mil condutores em excesso de velocidade e 2.862 motoristas foram multados por embriaguez ao volante

O feriado de carnaval 2022 nas estradas do estado de São Paulo foi igualmente trágico como nas rodovias federais. Entre sexta-feira (25) e quarta-feira (2) foram registrados 840 acidentes (sinistros) de trânsito, que resultaram em 40 mortes e 561 feridos (452 leves), na malha viária paulista, de acordo com o balanço divulgado pelo Comando da Polícia Militar Rodoviária (CPRv) do Estado de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (3).

Segundo o CPRv, a maioria dos sinistros poderia ter sido evitada, considerando que as principais causas continuam relacionadas a imprudência, a negligência ou a imperícia dos condutores e/ou pedestres, bem como o desrespeito as sinalizações; 40 mortes, 11 estão relacionados ao atropelamentos de pedestres, sete mortes por colisões frontais e seis decorrentes de colisões traseiras, além de outros motivos.

DE OLHO: Policiais flagraram e multaram 31.406 condutores que abusaram da velocidade. Foto: Divulgação/PMRv-SP

Ainda de acordo com o Comando, todo efetivo operacional foi direcionado de forma a aumentar a segurança de todos os usuários que viajaram nesse período. Cerca de 3.400 policiais, distribuídos de forma estratégica, atuaram em viaturas e/ou bases operacionais. A operação especial contou com o apoio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e concessionárias de rodovias.

Segundo o CPRv, foram elaboradas 75.969 autuações por diversas infrações de trânsito, sendo:

  • 31.406 por excesso de velocidade
  • 10.032 por não uso do cinto de segurança e outros dispositivos de retenção
  • 2.862 por dirigir sob a influência de álcool (ou se recusaram a realizar o teste do etilômetro)
  • 2.600 por ultrapassagens em locais proibidos, além de outras, demonstrando que a imprudência dos motoristas ainda é elevada

Bafômetro

Durante a Operação Carnaval 2002, a PMRv atuou no combate à embriaguez ao volante e, com isso, 55.629 motoristas fizeram o teste do bafômetro, sendo que 40 deles foram conduzidos à polícia judiciária pelo crime de embriaguez ao volante.

Além disso, no mesmo período, os policiais apreenderam 271,116 kg de drogas, sendo 177,158 kg de maconha, 68,883 kg de cocaína e 25,075 kg, de heroína; ainda, 4 (quatro) armas de fogo foram retiradas de circulação.

Quatro mortes na SP-258

Uma das ocorrências mais graves nesse carnaval foi registrada na Rodovia Francisco Alves Negrão, (SP-258), em Itapeva (SP), na madrugada de sábado (26), com quatro jovens mortos e outras duas pessoas feridas, de acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

TRISTEZA: Os quatro jovens morreram na colisão frontal foram identificados como (ordem não sequencial): Karina de Oliveira Silva, 29 anos, Kauane de Oliveira Silva, 15 anos, Paola Castanho, 15 anos e Bruno Pimenta, 27 ano. Foto: Montagem/Redes Sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui