Um acidente com vítima fatal ocasionado por uma ultrapassagem forçada vitimou o motorista Rogério Carlos Brandi, 37 anos, em um trecho da BR-163, entre Nova Mutum e o Posto Gil. A pancada foi tão forte que Brandi, disseram os policiais, perdeu a perna, um braço e um pé, arrancados durante o choque com outra carreta que vinha em sentido contrário.

O outro motorista envolvido no acidente não teve ferimento algum e disse que tentou desviar do colega de trabalho, mas não conseguiu porque o “trecho da rodovia onde aconteceu o acidente não tem acostamento”.

O impacto foi tão forte que a cabine onde o motorista morto estava ficou completamente destruída. Confirmaram funcionários da concessionária Rota Oeste. Por causa da colisão e dos trabalhos periciais, a pista ficou interditada até o período da noite.  As causas do acidente estão sendo apuradas, porém, a PRF trabalha com hipótese de que o condutor estava acima do limite de velocidade e dirigia apenas com uma mão já que o condutor morreu com um rádio amador em uma das mãos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui