SEM CUSTO: Grupo CCR irá distribuir 23 mil TAGs a caminhoneiros e motoristas de veículos de serviços essenciais nas principais rodovias do país. Foto: Aderlei de Souza/Ilustrativa

De acordo com a empresa, iniciativa é voltada também para condutores de veículos usados em serviços essenciais

O Grupo CCR firmou parceria com as empresas SemParar e Veloe, operadoras de sistemas automáticos de cobrança, para a distribuição de 23 mil TAGs com isenção de taxas de adesão e de mensalidades por três meses.

De acordo com a empresa, a iniciativa faz parte das medidas de prevenção e contenção ao novo coronavírus e, além de reduzir a interação entre usuários e colaboradores no processo de arrecadação manual, amplia a conveniência e agiliza o transporte.

Ainda de acordo com a empresa, a ação beneficiará, principalmente, os caminhoneiros e os condutores que trabalham nos serviços essenciais. A medida integra o rol de ações lançadas nos últimos dias pelo Grupo para a prevenção de clientes e colaboradores nas várias rodovias administradas pela companhia em todo o país.

Conforme o acordo, os usuários poderão adotar os dispositivos sem qualquer custo de adesão ou exigência de fidelização por pelo menos três meses. A CCR acredita que o uso do dispositivo nesse período reduz a interação nas praças de pedágio e contribui também para a redução da chamada transmissão comunitária do coronavírus, atendendo assim as recomendações das autoridades de saúde. Após o período de uso gratuito do dispositivo, o usuário poderá cancelá-lo sem qualquer custo.

Dispositivo

Há duas formas de ativação do dispositivo. Os arrecadadores poderão oferecer o TAG bloqueado para o usuário, que poderá ativá-lo por telefone, conforme instruções que constam da embalagem.

Essa modalidade será adotada nas praças de pedágio das rodovias do Grupo em São Paulo e nas outras regiões do país. Há também uma segunda forma a partir da qual os agentes operadores farão a ativação do dispositivo e a entrega ao condutor para que ele mesmo instale. A modalidade será adotada em algumas rodovias administradas pela empresa fora de São Paulo.

Praças de pedágio e demais locais com distribuição de TAGs:

CCR ViaSul: Gravataí (RS)

CCR ViaOeste: Osasco, Barueri, Itapevi e Itu (SP)

CCR RodoAnel: Pereira de Magalhães, Castello Interna e Regis Bittencourt (SP)

CCR AutoBAn: Campo Limpo, Perus (norte), Caieiras e Nova Odessa (SP)

CCR SPVias: Quadra e Alambari (SP)

Renovias: Jaguariúna e Estiva (SP)

CCR NovaDutra: Arujá (SP)

CCR MSVia: Campo Grande (MS)

CCR RodoNorte: São Luiz do Purunã e Witmarsum (PR)

CCR Via Lagos (RJ)

Via Rio (RJ)

Outras ações

Para os caminhoneiros, a companhia ampliou a rede de atendimento do Estrada para a Saúde, programa criado para acompanhamento contínuo e gratuito das condições de saúde desses profissionais.

Desde a última segunda-feira (23), há postos do programa em seis corredores rodoviários geridos pela companhia para fornecerem atendimento e orientação a esses profissionais no sentido de contenção do avanço da pandemia.

Entre os corredores, estão: Rodovia Presidente Dutra; BR-277, no Paraná; BRs 101, 290 e 386, no Rio Grande do Sul; e BR-163, no Mato Grosso do Sul.

Além dessas, o apoio também pode ser encontrado em postos fixos na Rodovia dos Bandeirantes e Rodovia Castelo Branco, ambas em São Paulo.

Além desta iniciativa, o Grupo CCR criou o Comitê de Gestão Interno, coordenado por profissionais da saúde, para a adoção de uma série de medidas para reduzir a disseminação da COVID-19.

Essas medidas preventivas integram os protocolos e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais de Saúde.

No âmbito interno, a empresa já adquiriu e está distribuindo para seus colaboradores que tenham interação com público mais de 1.000 kits com itens de segurança.

A companhia está distribuindo também para todas as concessionárias de rodovias e demais locais 1,2 mil litros de álcool gel para desinfecção.

Além disso, estão sendo feitos treinamentos e orientações por meio de comunicados para toda a empresa e palestras para seis mil colaboradores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui