MELHORIAS: O trecho de 67 quilômetros da BR-135, entre os municípios de Jaborandi e Cocos, na Bahia, foi liberado ao tráfego na quinta-feira (21), e corresponde ao principal corredor logístico para escoamento da produção de grãos do Estado. Fotos: Divulgação

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), segmento é o principal corredor logístico para escoamento da produção de grãos da Bahia

O trecho de 67 quilômetros da BR-135, entre os municípios de Jaborandi e Cocos, na Bahia, foi liberado ao tráfego na quinta-feira (21), e corresponde ao principal corredor logístico para escoamento da produção de grãos do Estado.

De acordo com o Dnit, as obras finalizadas de adequação, reconstrução, redefinição de curvas e alargamento da plataforma transformam uma rodovia de perfil regional em um novo corredor logístico para escoamento da produção de grãos do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), desde o Sudeste até o Porto de Itaqui, no Maranhão.

Ainda de acordo com o Dnit, outros serviços realizados na BR-135 são a implantação de acostamento de 2,50 metros e a instalação de defensas metálicas com amortecedores de impacto. Ainda foi executada a aplicação da camada de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) – massa asfáltica – nestes 67 quilômetros da rodovia, desde o Km 381 até o Km 448.

Ponte

O Dnit também atuou em um ponto crítico da rodovia baiana com os serviços de alargamento da ponte sobre o Riacho Seco. A estrutura foi ampliada de 8 metros para 12,20 metros de largura. As equipes da Autarquia realizaram, ainda, o reforço na estrutura, garantindo melhor trafegabilidade para veículos e pedestres.

ESCOAMENTO: o Dnit finalizou obras de adequação, reconstrução, redefinição de curvas e alargamento da plataforma transformam uma rodovia de perfil regional em um novo corredor logístico para escoamento da produção de grãos do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), desde o Sudeste até o Porto de Itaqui, no Maranhão.

Agora, o DNIT trabalha na construção dos contornos no município de Coribe, em uma extensão de 6,7 quilômetros, e no povoado de Vila Nova, com dois quilômetros de extensão. O objetivo é proporcionar mais segurança nos acessos a essas localidades.

Importância

A BR-135 é uma via essencial para o escoamento da safra de grãos do oeste baiano, viabilizando acesso ao Porto de Itaqui (MA). A rodovia baiana interliga os municípios de Cocos, Coribe e Jaborandi, além de sofrer influência do município de Santa Maria da Vitória e Bom Jesus da Lapa, referências para o comércio e o turismo religioso na região.

Recuperação

Em 2020, o Dnit atuou na recuperação de 59 quilômetros de pista na BR-135, no trecho localizado entre o Km 79 e o Km 138. Foram realizados os serviços na rodovia que integra os municípios de Barreiras, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia e Formosa do Rio Preto. Os funcionários atuaram com capina, caiação de meios-fios, roçagem e tapa buracos, além de sinalização de todo trecho por meio do programa BR Legal.

Com a assessoria de imprensa do Dnit

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui