A General Motors suspendeu as vendas do Cruze sedã nos Estados Unidos e Canadá por conta de um defeito no airbag. O problema afeta cerca de 33 mil veículos produzidos entre 2013 e 2014. De acordo com o site internacional Automotive News, a ordem é que modelos novos e seminovos tenham a venda interropida até segunda ordem.

A falha no Cruze está no airbag frontal do motorista, cuja montagem pode ter ocorrido de forma incorreta, segundo a GM. A marca investiga ainda se há algum caso de acidentes ou até mesmo morte relacionado ao problema e deverá anunciar em breve uma campanha de recall para as unidades afetadas.

O problema mais uma vez está relacionado à Takata Corp, empresa japonesa que fornece airbags para a indústria automotiva. Nissan, Mazda, Toyota e Honda já anunciaram megarecalls por conta da falha no acionamento das bolsas produzidas pela companhia. A Honda, inclusive, divulgou nesta quarta-feira (25) a ampliação do recall do Civic no Brasil, iniciado ano passado, por conta desta mesma irregularidade. Ainda no país, a Toyota, que também está em campanha de recall do Corolla por aqui, pediu para que proprietários não utilizem o banco frontal do passageiro até que o problema seja resolvido, já que o acionamento do airbag poderia causar incêndio. A última etapa do reparo da Toyota no Brasil acontece em novembro. (Veja o comunicado que revela a gravidade do problema: http://www.toyota.com.br/images/recall_corolla_airbag_2002_2003_tcm305.pdf

Crise na GM

Este é mais um golpe na imagem da General Motors, que vive uma crise após anúncios de recalls gigantescos para quase toda sua linha nos Estados Unidos. Mais de 20 milhões de veículos produzidos pela marca apresentaram defeito em algum de seus componentes. Em seu último chamado, a fabricante convocou 3,4 milhões de veículos por um problema na chave de ignição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui