NÃO VAI AUMENTAR: Governo de SP recua e CANCELA aumento das tarifas de pedágio na SP-324, em Vinhedo (SP). Tarifas permanecem R$ 7,60 (carros de passeio). Foto: Divulgação/DER-SP

Demais praças de pedágio ainda não têm data definida. Conforme prevê o contrato de concessão, reajuste ocorre sempre em 1º de julho. Questionada, Artesp informou ao Estradas que “ainda não há definição sobre reajuste de pedágios”. Novas tarifas na SP-324 valem a partir de 0h desta sexta (1°/7)

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Logística e Transportes (SLT), publicou no Diário Oficial (DOE) apenas a Resolução 004/22, que trata do reajuste das tarifas de pedágio na Rodovia Miguel Melhado Campos (SP-324), em Vinhedo (SP), única praça administrada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) de São Paulo. A nova tarifa de R$ 8,40 passa a ser cobrada a partir de 0h desta sexta-feira (1°/7).

Apesar de constar nos contratos de concessão da maioria das concessionárias, o Governo de SP não divulgou ainda o percentual de reajuste das tarifas de pedágio, que acontece sempre em 1º de julho. 

Questionada pelo Estradas, a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) informou apenas que “ainda não há definição sobre reajuste de pedágios“.

Desrespeito com os usuários

A exemplo do que ocorre há anos nas rodovias federais, em que a ANTT desrespeita o usuário ao informar aumento de tarifas ‘da noite pro dia’, o Governo de São Paulo parece ter adotado a mesma política de desrespeito. Há apenas dois dias da data prevista em contrato para o reajuste, a Secretaria de Logística e transportes não divulgou a data do aumento.

Veja a íntegra da Resolução 004/22 da SLT, clicando aqui.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui