MAIS BARATOS: Os pedágios da CRT e da ECo101 já estão mais baratos desde à 0h de quinta (18), na CRT, e 0h desta sexta (19), na Eco101. Foto: Divulgação

Reduções foram autorizadas pela ANTT, após reunião de diretoria, e publicadas no Diário Oficial na quarta-feira (17)

As tarifas de pedágios das concessionárias Rio-Teresópolis (CRT), responsável pela BR-116/RJ, e Eco101, responsável pela BR-101/ES/BA, já estão mais baratas, desde à 0h de quinta-feira (18), e 0h desta sexta-feira (19), respectivamente, conforme as Deliberações 91/21 93/21, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que foram publicadas na quarta-feira (17 de março) no Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com a Agência, após reunião da Diretoria na terça-feira (16), foi aprovada a Tarifa Básica de Pedágio (TBP) reajustada de R$ 18,83571, aplicável ao trecho concedido da BR-116/RJ, trecho Além Paraíba – Teresópolis – Entroncamento com a BR-040 (A) e acessos, explorado pela concessionária Rio-Teresópolis (CRT), correspondente à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período, que indicou o percentual positivo de 2,31% referentes à variação do IPCA no período, com vista a recomposição tarifária.

Ainda de acordo com a ANTT, com isso, foi alterada, em consequência, com efeito econômico-financeiro a partir da data-base de reequilíbrio contratual de 2 de setembro de 2020, a Tarifa Básica de Pedágio reajustada, após arredondamento, para a categoria 1 de veículos, de R$ 19,30 para R$ 18,80, na praça de pedágio principal, e de R$ 13,50 para R$ 13,10, nas praças de pedágio auxiliares, conforme tabelas abaixo.

Eco101 (BR-101)

Já no caso da Eco101, a 7ª Revisão Ordinária, a 8ª Revisão Extraordinária e o Reajuste anual da Tarifa Básica de Pedágio (TBP) da BR-101/ES/BA, explorado pela concessionária.
Na mesma reunião, ainda foi aprovado o Primeiro Termo Aditivo ao Contrato de Concessão do Edital nº 001/2011, entre a ANTT e a concessionária.

O reajuste indicou percentual positivo de 3,30%, correspondente à variação do IPCA no período, com vista à recomposição tarifária. Houve um desconto de reequilíbrio em função de inexecuções de obras, que aumentou de 10,9524% (revisão anterior) para 15,6817%.Com base nisso, a tarifa reduziu em 3,54%.

A Tarifa Básica de Pedágio reajustada, após arredondamento, nas praças de pedágio P1 (de R$ 3,40 para R$ 3,20, em Pedro Canário/ES, P2 (de R$ 4,50 para R$ 4,30), em São Mateus/ES, P3 (de R$ 4,20 para R$ 4,10), em Aracruz/ES, P4 (de R$ 4,10 para R$ 3,90), em Serra/ES, P5 (de R$ 4,20 para R$ 4,00), em Guarapari/ES, P6 (de R$ 3,50 para R$ 3,40), em Itapemirim/ ES e P7 (manteve o mesmo valor), em Mimoso do Sul/ES.

Veja os novos valores da Eco101 e CRT, clicando no link.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui