FLAGRANTE NA BR-116: A PRF apreendeu na tarde de terça-feira (23), aproximadamente 18 kg de maconha e 1 kg de cocaína e crack, escondidos nas bagagens de três passageiros de um micro-ônibus, que fazia o itinerário Santo Estevão (BA) x Feira de Santana (BA). O flagrante ocorreu no Km 429 da BR-116, em Feira de Santana. Foto: Divulgação

Para tentar fugir do flagrante, um dos passageiros jogou a mochila com a maconha pela janela

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde desta terça-feira (23), aproximadamente 18 kg de substância com características semelhantes à maconha e mais 1,0 kg de produto análogo a cocaína e crack, escondidos nas bagagens de três passageiros de um micro-ônibus que fazia o trecho Santo Estevão a Feira de Santana, na Bahia.

Segundo os policiais, o flagrante foi feito em uma fiscalização de combate à criminalidade, no Km 429, da BR 116, em Feira de Santana, distante 110 quilômetros de Salvador.

Ainda de acordo com os agentes, no momento da abordagem, um dos passageiros arremessou uma mochila pela janela do veículo. Ao inspecionar a bagagem, foi encontrado aproximadamente 2,5 kg de maconha.

O passageiro, de 18 anos, confessou ser o proprietário da bolsa e informou ter adquirido a droga no entrocamento de Rafael Jambeiro (BA) pagando R$ 2.300 e que pretendia revendê-la na cidade de Feira de Santana (BA) por R$ 2.500.

Para surpresa da equipe, um dos passageiros, uma mulher de 26 anos, ao descer da van para os procedimentos de checagem, entregou aos policiais uma bolsa contendo 1,5 kg de maconha e mais 1 kg de cocaína e crack.

Questionada, informou que comprou os entorpecentes em São Estevão (BA) por R$ 2.500 e tinha como destino Conceição da Feira (BA).

Já com o terceiro passageiro, de 15 anos, foi apreendido 14 kg de maconha encontrado em seus pertences. O menor disse aos policiais que pegou a droga em Santo Estevão e levaria para o bairro do Engenho Velho da Federação, na capital baiana.

Diante dos fatos, foi realizada a apreensão dos entorpecentes e os envolvidos encaminhados à Delegacia da Polícia Civil e apresentados à autoridade policial.

Operação Lábaro

A operação Lábaro acontece em todo o país e visa ampliar o enfrentamento ao crime organizado, atuando nas divisas dos estados e nas regiões e corredores estratégicos, em consonância com conhecimentos de inteligência policial e análise criminal.

Na Bahia, a operação iniciada na última quarta-feira (17) tem como foco oferecer reforço concentrado no policiamento e fiscalização nos principais acessos ao estado.

Conta com equipes especializadas em diversas áreas. Uma delas é o Grupo de Operações com Cães (GOC). A cadela farejadora K9 Raia é uma jovem integrante do GOC da PRF na Bahia. Da raça pastor belga de malinois, ela é especialista no faro de drogas e armas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui