FACILIDADE; Instrução Normativa do Governo Federal institui o peticionamento eletrônico na PRF para facilitar a vida do cidadão na solicitação de documentos. Foto: Divulgação

De acordo com a Corporação, Instrução Normativa nº 15 instituiu o peticionamento eletrônico como forma oficial de protocolo de documentos; medida facilitará a vida do cidadão

O Diário Oficial da União (DOU), publicou na sexta-feira (24), a Instrução Normativa nº 15 que institui o peticionamento eletrônico como forma oficial de protocolo de documentos e estabelece procedimentos específicos a serem observados no processamento eletrônico da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a Corporação, a novidade vai permitir ao cidadão, a partir do próximo dia 3 de agosto, por meio digital, fazer diversas solicitações que hoje somente podem ser feitas fisicamente nas unidades do órgão ou através dos Correios.

Ainda de acordo com a PRF, num primeiro momento, estarão disponíveis cinco tipos de serviço: Defesa de Autuação, Recurso de Multa, Identificação de Condutor Infrator e Solicitação de Retificação de Boletim de Acidente de Trânsito e e Solicitação de Cópia ou Vista de Processo/Documento. Todos poderão ser acessados 24h por dia. Futuramente, outros serviços também devem ser disponibilizados.

Como proceder

O interessado deverá previamente fazer um cadastro no Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Após este ser validado, o usuário poderá acessar o sistema e fazer a petição, anexando documentos e imagens necessários. Ao término, é gerado um recibo comprovando o peticionamento.

A iniciativa está alinhada com a Estratégia de Governo Digital para o período 2020 a 2022, definida por meio do Decreto n° 10.332 da Presidência da República (confira clicando AQUI a íntegra do decreto). A entrada em vigor do peticionamento eletrônico marcará um momento histórico da PRF que, no dia 24 de julho, completou 92 anos de serviços prestados à sociedade, em uma escalada de inovação, tecnologia e inteligência policial.

De acordo com o diretor-geral da PRF, Eduardo Aggio, a desburocratização dos serviços é uma das diretrizes da nova gestão, que buscará oferecer um serviço público de qualidade, com menos gasto de tempo e dinheiro por parte do cidadão. “Esse segundo ano rumo ao centenário será marcado por uma transformação digital e o peticionamento eletrônico é o primeiro passo para a prestação de serviços cada vez mais de excelência à sociedade”, disse. “O objetivo é abandonar o papel e, num futuro próximo, transformar a PRF em uma polícia 100% digital”, concluiu.

O passo a passo desse processo de mudança está descrito no Plano de Transformação Digital da PRF, assinado pelo diretor-geral durante a solenidade de comemoração aos 92 anos da instituição realizada na sexta-feira (24), na sede do órgão, em Brasília. O Plano prevê uma agenda de migração de diversos serviços para plataformas digitais até junho do próximo ano. Além do peticionamento eletrônico, o documento prevê ainda a disponibilização de outros serviços ao cidadão, criação de aplicativo (App) e unificação de canais digitais.

O sistema para o peticionamento eletrônico poderá ser visto AQUI ou por meio do endereço https://sei.prf.gov.br/acessoexterno

Fonte: PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui