AVALIAÇÃO: Técnicos acompanharam o desempenho do pavimento de forma acelerada. Em apenas um mês, é possível detectar eventuais defeitos em uma rodovia; bem menos que os 10 anos convencionais.  Fotos: Divulgação

Diversos ensaios foram realizados para avaliar o desempenho do pavimento na rodovia

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) enviou na semana passada técnicos para avaliarem o simulador de tráfego que está instalado no Km 410 da BR-116, na Bahia, para seção-teste, incluída no MeDiNa, o Programa Nacional de Monitoramento de Pavimentos.

De acordo com o Dnit, o objetivo do simulador é observar o desempenho do pavimento de forma acelerada. Em apenas um mês, é possível detectar eventuais defeitos em uma rodovia; bem menos que os 10 anos convencionais.

Segundo o Dnit, na visita, foram executados ensaios para acompanhamento do comportamento do pavimento, com a identificação de fissuras, avaliação da deformação e das condições de superfície.

MeDiNa

Por meio do MeDiNa – Método de Dimensionamento Nacional de Pavimentos – é possível prever o comportamento da estrutura do pavimento durante a sua vida útil de forma mais efetiva para que seja possível garantir o desempenho adequado, especialmente em relação à deformação permanente e ao trincamento por fadiga, que são os problemas mais comuns nos pavimentos do país.

Segundo o diretor de Planejamento e Pesquisa da Autarquia, Luiz Guilherme Rodrigues de Mello, que esteve na Bahia para participar dos primeiros ensaios, o uso de simuladores de tráfego, possibilita maior confiabilidade no processo de calibração do MeDiNa. “Podemos realizar diferentes seções-teste, com diferentes materiais e, com a utilização do simulador, comparar quais estruturas se comportaram melhor, sem a necessidade de esperar durante anos pelo resultado”, destacou o diretor.

EQUIPE: Durante a visita, foram executados ensaios para acompanhamento do comportamento do pavimento, com a identificação de fissuras, avaliação da deformação e das condições de superfície.

É a primeira vez que uma rodovia federal do Dnit tem a realização deste tipo de teste. A previsão é obter, no próximo mês, o relatório final da avaliação.

A partir do resultado, o Dnit poderá realizar projetos de estruturas de pavimentos mais adequadas às condições de tráfego e de clima, com melhoria dos processos de avaliação dos projetos contratados e confiabilidade da estimativa de vida útil.

Simulador

O equipamento simulador de tráfego corresponde a um semi-eixo com dois pneus, representando a metade de um eixo de caminhão, que é carregado com uma carga determinada. Esse semi-eixo passa a ser movimentado para frente e para trás, numa extensão de aproximadamente 7 metros, reproduzindo a ação do tráfego de veículos no pavimento. Nesta ferramenta também é possível controlar a temperatura e simular chuva, para que se obtenha maior similaridade com a realidade. Com o passar do tempo, o pavimento vai sendo avaliado, verificando-se a evolução dos possíveis defeitos que irão surgir.

WhatsApp Image 2021-02-05 at 15.53.21 (2).jpeg

Programa

O Programa MeDiNa (Método de Dimensionamento Nacional de Pavimentos) originou-se de um convênio realizado entre o Instituto de Pesquisas Rodoviárias do Dnit (IPR) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O MeDiNa é uma evolução em relação aos métodos até então utilizados pelo Dnit, no qual realiza-se uma abordagem mecanístico-empírica na análise da estrutura dos pavimentos. Esta análise é realizada a partir do cálculo das tensões, deformações e deslocamentos do sistema de camadas em relação ao carregamento aplicado, e através da verificação das características dos materiais empregados, obtidas em ensaios de laboratório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui