GESTÃO: Empresas, como a transportadora Transgobbi, têm buscado otimizar os serviços de suas frotas, graças à tecnologia que, além de integrar as várias partes envolvidas no transporte de cargas, trazem facilidades para quem está no dia a dia dessa logística. Foto: Aderlei de Souza/Ilustrativa

Com o avanço das soluções inteligentes no setor, transportadoras conseguem automatizar e unificar processos, aprimorando logística

O rodoviarismo impera no Brasil. De acordo com dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o país conta, atualmente, com cerca de 1 milhão de transportadoras, divididas entre autônomos de carga, empresas de transporte rodoviário e cooperativas de transporte, com uma frota que ultrapassa 2 milhões de veículos registrados.

Diante desse cenário, as empresas e os autônomos necessitam de uma gestão otimizada de serviços, das frotas e da parte fiscal. Com o objetivo de facilitar a vida desses segmentos, empresas especializadas em gestão de frotas têm se aprimorado e desenvolvido soluções tecnológicas que, além de integrar as várias partes envolvidas no transporte de cargas, trazem inúmeras facilidades para quem está no dia a dia dessa logística.

Uma grande transportadora em Palmas, no interior do Paraná, no mercado há 38 anos, faz uso de sistemas de gestão há mais de 20 anos. Atualmente, com a solução integrada, uma série de funcionalidades – como gestão de pneus, parte da expedição, validação da receita e todo o processo de emissão de CTE (Conhecimento de Transporte Eletrônico) – automatizadas com as leis vigentes estão integrados. Com o BI (Business Intelligence), eles monitoram todos esses números de maneira mais rápida.

A parceria foi firmada com uma empresa especializada em sistemas de gestão para transporte e logística, com sede em Curitiba. A diretora da transportadora, Mariluci de Lima, lembra que, no começo, a ferramenta era desenvolvida em DOS e com uma plataforma bem simples, mas a evolução ao longo dos anos sempre foi fundamental para a satisfação da transportadora.

“Todas essas funcionalidades geram boas economias. O sistema de gerenciamento de pneus da Gestran ajuda muito na hora de realizar trocas, manutenção e até mesmo acompanhar se a frota está em bom estado”, frisa a diretora.

ECONOMIA: Mariluci de Lima e Patrick Gobbi estão contentes com os resultados obtidos pela transportadora Transgobbi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui