Acidente aconteceu por conta de uma tentativa de assalto a um caminhoneiro. Fotos: Paulo Filgueiras/EM

Caminhoneiro contou que ocupantes de carro deram um tiro para o alto. Motorista no sentido oposto se assustou e perdeu controle da direção

O acidente envolvendo dois caminhões e um carro que resultou na morte de um dos motoristas nesta terça-feira na BR-040, em Itabirito, na Grande BH, ocorreu após uma tentativa de assalto. Os criminosos conseguiram fugir.

Os veículos colidiram por volta das 5h30 no km 580, perto da chamada “Curva do Sabão”.  Leandro Ferreira Lamach, de 31 anos, conduzia um caminhão carregado com cerveja para Barbacena, no Campo das Vertentes.

Caminhão teve a cabine arrancada do veículo. Motorista morreu no local.

Ele contou à reportagem estava na pista sentido Rio quando um Ford Ka emparelhou com o caminhão e os ocupantes gritaram para ele parar. Em seguida, eles deram um tiro para o alto.  Lamach acredita que o disparo assustou o motorista do caminhão que vinha no sentido oposto. O condutor perdeu o controle e bateu na lateral do caminhão de cerveja.

Com o impacto, a cabine do caminhão destinado ao transporte de minério foi arrancada e o motorista morreu preso às ferragens. Representantes da empresa responsável pelo veículo estiveram no local e informaram que o veículo seria carregado em Itabirito. O nome do motorista ainda não foi divulgado.

Assaltantes, que utilizaram o Ford Ka com placas clonadas, chegaram a disparar para o alto para intimidar o motorista.

No momento do acidente, os assaltantes no Ford Ka conseguiram desviar e pararam fora da pista. O veículo tem placas clonadas. Para fugir, eles assaltaram uma família que estava em um HB20. Posteriormente, esse veículo também foi abandonado em outro trecho da BR-040. As vítimas foram levadas a um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Houve derramamento da carga de cerveja na pista. Às 10h30, a Via 040, concessionária responsável pelo trecho, informou que o congestionamento chega a 7 quilômetros no sentido Belo Horizonte e 2 quilômetro no sentido Rio de Janeiro, onde foi implantado um esquema de siga e pare. Ainda não havia previsão para liberação total da pista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui