LIBERADO: O tráfego nas marginais da Marechal Rondon (SP-300), em Bauru (SP), foi liberado na semana passada e deverá reduzir o número de acidentes e congestionamentos no local. Foto: Divulgação/Ilustrativa

De acordo com a concessionária responsável pela rodovia, novas pistas estão entre os km 338 e 342

Desde o último dia 3, os usuários que trafegam pelas vias marginais, sentidos leste e oeste, da Rodovia Marechal Rondon (SP 300), entre as Ruas Marcondes Salgado e Amapá até a Avenida Nações Unidas, em Bauru no interior de São Paulo, encontram menos congestionamentos nesse trecho, por conta da finalização das obras.

Segundo a concessionária responsável, o investimento foi superior a R$ 70 milhões e deve melhorar a segurança e a fluidez dos veículos que passam diariamente pelo local, beneficiando diretamente mais de 380 mil moradores da cidade.

Ainda de acordo com a empresa, foram construídos seis quilômetros de vias marginais (três quilômetros em cada sentido) entre os km 338+900 e 342. A construção incluiu os serviços de terraplanagem, contenção, drenagem, pavimentação, implantação de dispositivos de segurança e sinalização.  Além disso, 214 postos de empregos foram gerados.

Obrigação contratual

A obra na SP-300, em Bauru, foi realizada pela concessionária ViaRondon e faz parte das obrigações contratuais com o governo paulista, sob fiscalização da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

O pacote de obras na cidade prevê a execução de 22 quilômetros de vias marginais no trecho urbano, nas pistas leste e oeste, melhorias de oito dispositivos, implantação de duas passarelas para travessia de pedestres e melhoria de mais uma passarela. O investimento total neste conjunto de intervenções é de R$ 109 milhões, realizados pela iniciativa privada.

De acordo com o cronograma estabelecido entre concessionária e governo do Estado, já foi concluído o serviço que incluiu a construção de dois quilômetros de marginais, nos dois sentidos, entre os km 336,5 e 338,8.

Além disso, segundo a concessionária, já foram providenciadas as melhorias em três trevos e a implantação de uma passarela. O prazo para conclusão é abril de 2024, quando serão finalizados os segmentos de marginais entre os km 324 e 348, nos dois sentidos, a conexão do viaduto da Av. Cruzeiro do Sul com o viário e implantação de mais seis viadutos.

Menos acidentes

De acordo com a concessionária, um dos objetivos para a implantação das novas marginais é separar o intenso fluxo urbano do tráfego rodoviário, melhorar a fluidez de ambos e reduzir o número de acidentes (sinistros) com mortes. Mais informações no site da Via Rondon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui