RETOMOU: A Lamsa iniciou nesta segunda (8) uma força-tarefa com diversos serviços de manutenção e conservação na Linha Amarela, no Rio. Até sábado (13), as equipes atuarão na retomada dos trabalhos da Via Expressa. Pedágio permanece ainda sem a cobrança. Foto: Divulgação

De acordo com a Lamsa, serão feitos serviços de drenagem, limpeza e recuperação do pavimento, entre outras melhorias; pedágio ainda está sem cobrança

A concessionária Lamsa iniciou nesta segunda-feira (8) uma força-tarefa com diversos serviços de manutenção e conservação na Linha Amarela, no Rio de Janeiro. Até sábado (13), as equipes atuarão na retomada dos trabalhos da Via Expressa e de suas instalações com a realização de desobstrução da drenagem, limpeza e manutenção do asfalto.

De acordo com a empresa, por conta do trabalho, haverá interdições parciais intermitentes de algumas pistas nos períodos diurnos e noturnos. Os motoristas devem ficar atentos à sinalização.

Ainda de acordo com a concessionária, para o serviço de limpeza do sistema de drenagem, serão interditados trechos do viaduto na Av. Geremário Dantas, altura de Del Castilho, próximo à saída 4 A, e nos viadutos da Dom Hélder Câmara, Sampaio Correia e Democráticos. Já a manutenção do pavimento asfáltico provocará outras intervenções ao longo da via.

De acordo com a Lamsa, o cronograma de conservação prevê ainda a poda e roçada de 18 canteiros, pintura e recuperação da praça do pedágio, e limpeza de todas as instalações da Lamsa e das pistas da Linha Amarela. As equipes da concessionária acompanharão as obras para auxiliar os motoristas nas interdições e reduzir qualquer impacto possível no trânsito.

Segundo o supervisor da equipe de Manutenção e Conservação da Lamsa, Guilherme Roma, o trabalho de retomada nos serviços será focado nas atividades de conservação e manutenção de rotina que garantem a qualidade da via.

Roma informou que há alguns pontos de maior atenção como: drenagens assoreadas, trincas e buracos no asfalto, e a vegetação alta que cresceu muito sem a roçada. “Tudo isso causa alagamentos nas pistas, principalmente neste período de fortes chuvas, prejudica a visão dos motoristas e identificação da sinalização, impactando na segurança do trânsito. Estamos reforçando esses serviços de manutenção da pavimentação e roçada tão importantes para a segurança dos clientes”, disse.

Histórico

A retomada da operação da Linha Amarela pela Lamsa aconteceu após decisão da presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 3, que suspendeu o processo de encampação iniciado pela Prefeitura do Rio.

De volta ao comando da gestão da via, a concessionária reativou serviços como de atendimento médico, mecânico e ao público por telefone 0800 024 23 55, além da manutenção e operação das pistas. A cobrança de pedágio ainda não foi retomada. No próximo dia 16 haverá uma runião de conciliação marcada pelo STF.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui