O documento da perícia vai apontar as causas do acidente que ocorreu na tarde desse sábado (29) e deixou seis pessoas mortas, além de uma sétima ferida

Deve sair em 30 dias o laudo pericial que vai apontar as causas do acidente entre um táxi e um ônibus, que ocorreu na tarde deste sábado (29) na rodovia AM-010, que liga Manaus a Itacoatiara, e deixou seis pessoas mortas e uma sétima ferida. A informação é da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). A investigação está a cargo da Polícia Técnico Científica.

O acidente aconteceu por volta de 14h no quilômetro 175 da AM-010. As primeiras informações davam conta que o pneu do ônibus de transporte de passageiros da empresa Aruanã, que trafegava no sentido Manaus-Itacoatiara, teria estourado e o veículo batido em um táxi-frete, que vinha no sentido oposto. O táxi pegou fogo e os cinco ocupantes morreram carbonizados após ficarem presos nas ferragens.

Outras duas pessoas, sendo ocupantes do ônibus, ficaram com lesões e foram encaminhadas ao hospital de Itacoatiara. Entretanto, o motorista do ônibus, identificado como Sebastião Martins Couto, de 52 anos, que estava entre as vítimas lesionadas, não resistiu e faleceu ainda a caminho da unidade de saúde, elevando para seis a quantidade de pessoas mortas no acidente.

Entre os passageiros do táxi estava George Alencar Paixão, de 32 anos, que conduzia o veículo. Ele transportava quatros pessoas, sendo duas de Itacoatiara e duas de Urucurituba, com destino a Manaus.  Os itacoatiarenses ainda não foram identificados. Já os urucuritubenses foram identificados como os irmãos Júnior Carvalho e Josimar Carvalho. Em nota, a Prefeitura de Urucurituba decretou luto oficial no município, devido a grande tragédia.

A ocorrência na AM-010 foi atendida pela Companhia Independente Bombeiro Militar de Itacoatiara, unidade do Corpo de Bombeiros naquele município, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Técnico Científica e Instituto Médico Legal (IML).

Fonte: www.acritica.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui