TRISTEZA: Bebê, de 50 dias, morre em acidente na BR-116, em Porto Alegre (RS), na manhã desta segunda-feira (9), de acordo com a PRF. Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), colisão envolveu dois carros e um caminhão; além do bebê, batida registrou ferimentos em outras três pessoas

Uma colisão no Km 244 da BR-116, em Porto Alegre (RS), na manhã desta segunda-feira (9) envolvendo dois carros e um caminhão, deixou um bebê, de 50 dias, morto, além de ferimentos em outras três pessoas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ainda conforme os agentes, a criança chegou a ser atendida, mas morreu ao dar entrada na unidade de atendimento médico. O acidente aconteceu por volta das 15h. Os policiais disseram que a menina se chamava Sophya Helena Sousa dos Reis, nascida em 19 de outubro.

Segundo a PRF, o motorista do carro e os pais da criança viajavam junto e sofreram ferimentos leves. O bebê estava na cadeirinha. A família é de Alvorada (RS).

Ainda conforme a PRF, o caminhão, que carregava uma carga de madeira, colidiu na traseira do automóvel em que a família viajava, que acabou batendo no veículo da frente. O caminhão havia saído de Parobé em direção a Sentinela do Sul. A faixa da direita foi interrompida para atendimento da ocorrência.

A Polícia Civil irá analisar o tacógrafo do caminhão para saber as condições em qu eo veículo trafegava no momento da colisão.

2 COMENTÁRIOS

  1. Ainda sobre o acidente de ontem. Na filmagem o caminhão, com velocidade normal, desliza no asfalto.A alteração na suspensão faz com que as rodas traseiras flutuem e ajudem muito pouco na frenagem. A carga nem era muito pesada. O engenheiro que assinou o laudo da alteração e o diretor do CRVA responsáveis pela alteração COM CERTEZA deveriam ser responsabilizados pela morte do bebê. A fábrica leva anos com uma equipe de engenheiros e estudos para desenvolver uma suspensão o mais segura e eficiente possível, daí um engenheiro de uma oficina da esquina diz que pode alterar e o Detran aceita.

    • Prezado, Mauro!

      Agradecemos por nos prestigiar. Gostaríamos de saber se é possível nos informar seu telefone para um futuro contato.

      Atenciosamente,
      Equipe Estradas

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui