ATENTOS: Segundo o Centro de Controle Operacional (CCO) da empresa, de maio a setembro de 2018 foram registrados 472 atendimentos a ocorrências de incêndios na BR-050, sendo 327 em Minas Gerais e 145 no trecho goiano. Foto: divulgação

Concessionária responsável pela BR-050 quer conscientizar motoristas por meio de campanha

A concessionária que administra a BR-050 realiza, a partir deste mês, uma campanha para conscientizar motoristas, produtores rurais e moradores de perímetros urbanos sobre os riscos à segurança e ao meio ambiente provocados por atitudes que podem gerar acidentes e perdas à fauna e à flora.

De acordo com a concessionária, os focos de incêndios às margens de rodovias se multiplicam no período de estiagem (maio a setembro), alimentados pela baixa umidade do ar e a vegetação seca, que propaga o fogo e a fumaça, comprometendo a visibilidade dos motoristas e aumentando o risco de acidentes.

Segundo o Centro de Controle Operacional da empresa, de maio a setembro de 2018 foram registrados 472 atendimentos a ocorrências de incêndios na BR-050, sendo 327 em Minas Gerais e 145 no trecho goiano.

Como medida preventiva, durante o ano, a concessionária faz aceiros – remoção da vegetação numa faixa de 3 metros de largura entre as cercas das propriedades rurais e a faixa de domínio da rodovia – para evitar que o fogo se alastre; procedimento que os produtores também devem adotar ao longo de cercas divisórias com outras fazendas e dentro da sua propriedade.

Em caso de emergência, todas as viaturas de inspeção de tráfego da concessionária possuem também abafadores para combater incêndios.

Sem esse e outros cuidados, todos acabam pagando pelo mau comportamento de alguns motoristas que lançam bitucas de cigarro pelas janelas dos veículos em movimento; moradores que jogam e queimam lixo doméstico e entulho às margens da via; produtores rurais que ainda fazem queimadas para limpar terrenos e renovar pastos; e os que acendem fogueiras perto de matas e soltam balões.

Essas práticas condenáveis também ameaçam o meio ambiente e a vida, pois destroem habitats, extinguem espécies, geram problemas respiratórios decorrentes da fumaça inalada e grandes prejuízos econômicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui