DUPLICAÇÃO: Foi dado início à obra de duplicação no primeiro trecho da BR-386, com 20,3 quilômetros de extensão, entre os km 325,5, em Marques de Souza (RS) e 345,8, em Lajeado (RS). Fotos: Divulgação/CCR ViaSul

De acordo com a concessionária ViaSul, conclusão das obras está prevista para 2023

Foi dado início à obra de duplicação no primeiro trecho da BR-386, com 20,3 quilômetros de extensão, entre os km 325,5, em Marques de Souza (RS) e 345,8, em Lajeado (RS).

De acordo com a concessionária ViaSul, responsável pela rodovia, só faltava a Autorização de Supressão Vegetal (ASV) para iniciar os trabalhos de preparação do pavimento. Durante o período, a ViaSul fez toda a mobilização necessária para iniciar as obras tão logo o documento fosse recebido: passou todas as orientações às equipes da empresa Eurovias, responsável pelas obras de duplicação nesse primeiro trecho.

Ainda de acordo com a ViaSul, toda a análise prévia do local, bem como as instalações do canteiro de obras e alojamentos, além da preparação do maquinário e das frentes de obras já foram concluídas.

Ao todo, nesta primeira etapa de duplicação, estão previstos investimentos em torno de R$ 250 milhões.

Além da duplicação dos 20,3 quilômetros, a ViaSul irá construir 13 quilômetros de vias marginais, dois retornos em nível, seis adequações de acesso, quatro passarelas de pedestres, seis novas pontes, seis alargamentos de pontes existentes, duas passagens inferiores e duas superiores.

Segundo a concessionária, além disso, serão implantados diversos dispositivos de segurança, como 50 quilômetros de defensa metálica, nove quilômetros de barreiras e 170 terminais atenuadores de impacto, bem como iluminação das passarelas de pedestres, pontos de ônibus e nas vias marginais.

O contrato de concessão da rodovia prevê a conclusão da duplicação dos 20,3 quilômetros até fevereiro de 2023.

Veja abaixo todas as ações que serão realizadas pela ViaSul em cada munícipio nesse primeiro trecho de intervenções:

Marques de Souza

  • construção de novos acessos (km 310,5, km 310,6, km 315,8, km 324,8, km 325,8, km 326,8 e km 329,3)
  • construção de novos retornos (km 312,1, km 314,2, km 324,2, km 330,5 e km 337,5)
  • construção de nova passarela (km 325,8)
  • readequação de interconexão (km 317,3)
  • construção de nova ponte e alargamento da ponte já existente sobre a Várzea Marques de Souza I, II, III e IV
  • implantação de nova iluminação na via principal

Forquetinha

  • melhoria de acesso (km 338)
  • construção de nova passarela (km 338)
ATÉ 2023: A concessão da rodovia prevê a conclusão das obras de duplicação dos 20,3 km até fevereiro de 2023.

Lajeado

  • criação de novos acessos viários à Forquetinha
  • construção de nova ponte e alargamento da ponte já existente sobre o Arroio Forquetinha
  • construção de novas vias marginais em ambos os lados da rodovia (do km 339,3 ao km 345,8)
  • construção de novas passarelas (km 338, km 342,5, km 344,3, km 346,6 e km 347,9)
  • novas passagens inferiores e superiores (km 339,8, km 344,4 e km 345,3)
  • novo acesso no km 338
  • nova interconexão no km 341,7
  • readequação de interconexões no km 346,1, no km 347,1 e no km 348,9
  • implantação de nova iluminação na via principal e marginais

De acordo com a ViaSul, em nove anos, serão duplicados mais de 165 quilômetros da BR-386, entre Carazinho e Lajeado, beneficiando 22 municípios. Ao todo, na BR-386, entre Canoas e Carazinho, serão duplicados 225,2 quilômetros, com 10,2 quilômetros de construção de faixas adicionais e 75,5 quilômetros de novas vias marginais.

Ainda de acordo com a concessionária, serão construídos 52 novos acessos, 28 novas interconexões, 27 retornos em nível, 18 novas passarelas, quatro passagens inferiores e 58,3 quilômetros de nova iluminação.

Todo esse investimento faz parte do programa de Concessão Federal no Rio Grande do Sul, tendo como órgão regulador a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui