Motoristas de ônibus

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), coletivo – atingido na traseira – parou em local proibido para passageira descer

O ônibus que foi atingido na traseira por outro veículo na rodovia Castello Branco (SP-280), em Araçariguama (SP), estava parado irregularmente no acostamento da via para que uma passageira descesse fora do ponto, segundo o boletim de ocorrência.

O acidente foi registrado na quinta-feira (30). O ônibus parado foi atingido no trecho do Km 49 e a colisão deixou dois mortos e feriu outras 15 pessoas.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, o motorista parou no acostamento em um trecho demarcado por faixas canalizadas, o que constitui infração de trânsito. Ele não se feriu e disse aos policiais que faz esse trajeto há anos, mas que havia passado direto pelo ponto onde a passageira desceria.

Para não fazê-la caminhar muito, uma vez que o próximo ponto ficava a cerca de um quilômetro, o motorista decidiu parar no local irregular. Ele abriu a porta e esperou a passageira descer, momento em que sentiu o impacto do outro ônibus na traseira.

A passageira acabou sento atropelada, mas recebeu alta horas mais tarde numa unidades hospitalar de Osasco (SP).

Mortes

O motorista do outro ônibus, que bateu de frente contra a traseira do veículo parado, seguia com destino para Bauru e morreu no local. Socorristas chegaram a ser acionados para retirar Alberto Siqueira da Silva das ferragens, mas ele já estava sem vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui