VOLTA A COBRANÇA: A Lamsa irá retomar a cobrança do pedágio da Linha Amarela, no Rio de Janeiro, a partir de 0h desta sexta (9). Foto: Divulgação

Concessionária Lamsa, responsável pela Via Expressa, aceitou a proposta do STF; cobrança começa à 0h*

O pedágio da Linha Amarela, no Rio de Janeiro, volta a ser cobrado a partir de 0h desta sexta-feira (9), no valor de R$ 4. A informação foi dada na noite dessa quarta-feira (7), pela concessionária Lamsa, responsável pela operação da Via Expressa.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Lamsa informou que aceitou a proposta encaminhada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, em audiência realizada no último no dia 5.

O Estradas questionou a Lamsa sobre os valores das demais categorias. No início da tarde desta quinta-feira (8), a concessionária informou os novos valores:

Impasse desde setembro

Na segunda-feira (5), em reunião realizada por meio de videoconferência, o ministro Luiz Fux sugeriu valor temporário de R$ 4 pelo prazo de 90 dias, até a aferição da tarifa final. Na ocasião, a Prefeitura do Rio aceitou a proposta, mas advogados da Lamsa pediram um prazo de 48 horas para a resposta, oque se deu no início da noite desta quarta-feira (7).

O impasse sobre a volta da cobrança do pedágio na Via Expressa se arrasta há meses.  Desde que foi encampada em setembro de 2020, a Lamsa corre atrás do prejuízo. Em 9 de março, a concessionária chegou a anunciar a volta da cobrança para o dia 12 daquele mês. Mas, tanto o STF quanto a Prefeitura do Rio não autorizaram até que fosse realizada a reunião de conciliação.

(*) Matéria atualizada em 8/4/21 para inclusão de tabela com valores das tarifas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui