TARIFA NÃO FOI REDUZIDA: A concessionária Nova Dutra conseguiu na Justiça Federal do Distrito Federal uma liminar que anula a Deliberação 1.093/2019, da ANTT, que previsa a redução das tarifas. Diante disso, os valores continuam os mesmos. Foto: Aderlei de Souza

Nova Dutra conseguiu na Justiça Federal liminar que anulou a Deliberação 1.093/2019 da ANTT; valores reduzidos não chegaram a ser praticados

As tarifas de pedágio da Via Dutra (BR-116) não foram reduzidas nesta segunda-feira (23), conforme previa a Deliberação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), 1.093/2019, graças a uma liminar obtida pela concessionária NovaDutra com a Justiça Federal do Distrito Federal. Com isso, os valores das tarifas são os mesmos.

Em contato com a empresa, o Estradas.com.br obteve a seguinte nota:

A CCR NovaDutra informa que obteve liminar a partir da qual fica suspensa qualquer redução da tarifa de pedágio no trecho da rodovia Presidente Dutra. A concessionária havia impetrado mandado de segurança contra a decisão da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), publicada no Diário Oficial da União na última sexta-feira (20 de dezembro). A decisão que manteve a tarifa foi proferida pela Justiça Federal do Distrito Federal.

A CCR NovaDutra reitera que segue acreditando no diálogo com o Poder Concedente e na estabilidade de regras do Programa de Concessões de Rodovias Federais, a partir do qual tem sido possível a atração de investimentos do setor privado para a modernização da infraestrutura viária brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui