Proposta que está em tramitação na Assembleia Legistiva do Paraná prevê isenção da tarifa de pedágio a pacientes que estejam em tratamento de doenças graves em outros municípios. Foto: Divulgação

Proposta foi apresentada pelo deputado paranaense Boca Aberta Júnior

Um projeto de lei, do deputado estadual Matheus Petriv, conhecido por ‘Boca Aberta Júnior’, está em tramitação na Assembleia Legislativa do Paraná. A proposta é isentar pacientes em tratamento de saúde em outras cidades do pagamento de pedágio nas praças do Paraná.

De acordo com o texto, a isenção valerá para portadores de doenças graves, degenerativas, crônicas, ou que tenham necessidades especiais como deficientes físicos, auditivos e visuais que estejam em tratamento médico.

A medida é inclusiva, e segundo o deputado beneficia principalmente moradores de cidades menores, que não contam com grande estrutura de saúde pública. Geralmente, pacientes desses municípios viajam por horas em busca de atendimento médico em cidades maiores, e acabam tendo custos elevados com passagens ou pedágio.

No Paraná, várias cidades que não contam com centros de tratamento bancam o transporte de pacientes para serem atendidos em outros municípios, chamados de ‘regionais de saúde’. Mas em muitos casos, esse serviço não é oferecido e quem precisa tem que se virar.

“A isenção do pedágio para esses pacientes já ajuda na redução dos custos. O Paraná tem o pedágio mais caro do Brasil, e isso pesa muito para quem precisa se deslocar para outras cidades para buscar tratamento médico.” disse o deputado.

A proposta está sendo analisada e deve ser encaminhada para apreciação do plenário em breve. Se aprovada, ela deve vigorar após sansão do governador Carlos Massa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui