Veículos de passeio, caminhões e ônibus escolares estão impossibilitados de transitar pela rodovia MT-175, entre os municípios de Reserva do Cabaçal e Araputanga. Um manifesto está sendo realizado por aproximadamente 100 famílias desde às 6 horas da manhã desta quinta-feira (13).

O protesto é em pról dos trabalhadores rurais acampados na Fazenda Itaíbuna com intuito de sensibilizar o governo federal da necessidade de um projeto de assentamento na área.

Eles aguardam há 12 anos um pedido de desapropriação, inicialmente, de responsabilidade do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Posteriormente, o INCRA alegou não ter competência para resolver o impasse. Atualmente o processo está na Unidade em Mato Grosso da Advocacia Geral da União (AGU).

De acordo com o advogado do movimento, veiculado ao Sindicato Rural de Araputanga, Ricardo Mamedes, o processo está na justiça desde 2003 aguardando um posicionamento dos órgãos federais. “Há uma incompetência do governo federal que promete assentar milhões de pessoas e, sequer resolve a situação dos acampados.”

Com cerca de mil hectares, a fazenda está localizada no município de Araputanga. São 150 famílias acampadas aguardando um posicionamento do INCRA e AGU para serem assentadas. Os pequenos agricultores familiares plantam arroz, feijão, cereais, hortifrutigranjeiros, e criam de aves e gados para subsistência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui