AUMENTOU: A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) registrou nas duas operações especiais realizadas nas festas de fim de ano 1.086 acidentes, que resultaram em 34 mortes e 715 feridos, na malha paulista. Esses números representam aumento no total de acidentes e feridos, mas redução no total de mortes. Fotos: Divulgação/PMRv-SP

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de São Paulo, ocorrências tiveram também 715 feridos, nas operações de Natal e de Ano Novo. Total de acidentes e feridos cresceu em relação às operações dos períodos anteriores

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) registrou nas duas operações especiais realizadas nas festas de fim de ano 1.086 acidentes (sinistros), que resultaram em 34 mortes e 715 feridos, nas rodovias paulistas. Esses números representam crescimento no total de acidentes e feridos, mas redução no total de mortes.

Segundo a Corporação, entre os dias 23 e 26 de dezembro de 2021, período da Operação Natal, foram 512 sinistros de trânsito, que tiveram 346 feridos e 19 mortes.

Além disso, nesse mesmo período, os policiais rodoviários fizeram 52.368 autuações por infrações diversas. Destas, 24.930 foram por excesso de velocidade; 8.213 por não uso do cinto de segurança e outros dispositivos de retenção; 1.354 condutores foram multados por direção sob o efeito de álcool ou por recusa ao teste do bafômetro.

Outra grave infração flagrada pelos policiais foi a ultrapassagem proibida, onde 1.454 condutores foram autuados. No que diz respeito ao álcool, os policiais realizaram 27.682 testes de bafômetro, e 18 deles foram presos por embriaguez ao volante.

Operação Ano Novo 2021-2022

Já na Operação Ano Novo, realizada entre , entre os dias 30/12/21 e 2/1/22, a PMRv registrou 574 sinistros, que resultaram em 369 feridos e 15 mortes.

Considerando o mesmo período, os policiais rodoviários fizeram 41.086 autuações por infrações diversas. Destas, 15.782 foram por excesso de velocidade; 7.818 por não uso do cinto de segurança e outros dispositivos de retenção; 1.084 motoristas foram autuados por dirigirem sob o efeito de álcool ou por recusa ao teste do bafômetro.

Segundo a PMRv, outra grave infração flagrada pelos policiais foi a ultrapassagem proibida, onde 1.076 condutores foram autuados. Com relação à fiscalização sobre a lei seca, os policiais realizaram 23.154 testes de bafômetro, e 14 deles foram presos por embriaguez ao volante.

Períodos anteriores

No Natal de 2020, os números foram: 528 acidentes com 325 feridos e 13 mortes, entre os dias 24 e 27 de dezembro de 2020. Além disso, as equipes de policiais espalhadas nos 22 mil quilômetros da malha paulista, registrou 44.263 autuações, sendo que, 19.464 foram por excesso de velocidade; 7.287 multas por falta do cinto de segurança e outros equipamentos; e 1.383 autuações por ultrapassagens pela contramão de direção.

Enquanto na Operação Ano Novo, entre os dias 31 de dezembro de 2020 e 3 de janeiro de 2021, a Corporação registrou 540 acidentes, com 356 feridos e 26 mortes.

VELOCIDADE: A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) atuou de forma mais rigorosa na fiscalização, com destaques para o respeito aos limites de velocidade e à Lei Seca.

Segundo o balanço divulgado pela PMRv, nos quatro dias da Operação Ano Novo, foram mobilizados mais de 3.500 policiais distribuídos de forma estratégica em mais de 800 viaturas e nas Bases Operacionais. A causa dos acidentes continua relacionada à imprudência, à negligência ou à imperícia dos condutores, bem como ao desrespeito às leis de trânsito.

Com isso, os policiais elaboraram 44.954 autuações, sendo 18.781 por excesso de velocidade (imagens de radar), 7.773 pelo não uso do cinto de segurança e outros dispositivos de retenção; 1.587 multas por ultrapassagens proibidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui