MAIS SEGURANÇA E FLUIDEZ: Trecho da Rodovia BR-365, em Uberlândia (MG), na trincheira do Taiaman, é liberado ao tráfego. Fotos: Divulgação/Dnit

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), estrutura contribui para melhoria da mobilidade urbana e segurança dos usuários da rodovia

O Ministério da Infraestrutura e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) liberaram totalmente ao tráfego a trincheira localizada na BR-365, em Uberlândia (MG), nas imediações do bairro Taiaman.

De acordo com o Dnit, a entrega garante maior mobilidade e segurança em um dos pontos de maior confluência de tráfego da cidade, contribuindo para melhoria na logística de transportes de um dos principais polos atacadistas do país. Os investimentos na ovbra correspondem a cerca de R$ 26,6 milhões.

Ainda de acordo com a Autarquia, os serviços de melhoria e adequação da rodovia consistem na implantação de uma trincheira com pistas duplicadas para o tráfego dos veículos, em desnível com dois viadutos superiores que proporcionam a passagem do trânsito urbano, além de passagens de pedestres. Cada um dos viadutos possui um vão de 25 metros.

FLUIDEZ: A separação do tráfego urbano do tráfego rodoviário elimina grande ponto de congestionamento e aumenta a segurança dos usuários.

Segundo o Dnit, iicialmente, foi liberado o trecho rodoviário da trincheira, sendo os serviços das marginais de acesso aos bairros, na parte superior, concluídos agora. A separação do tráfego urbano do tráfego de longa distância elimina um grande ponto de congestionamento na rodovia e aumenta a segurança de todos os usuários, principalmente dos locais, que utilizam o segmento em deslocamentos pela cidade.

Situada na região do Triângulo Mineiro, Uberlândia possui cerca de 700 mil habitantes e movimenta um alto fluxo de veículos de transporte de carga, constituindo-se um destacado ponto de escoamento de grandes volumes de produtos agrícolas e manufaturados. É, ainda, rota de turistas que viajam de São Paulo (sul) para Goiás (norte), que têm no modal rodoviário a principal forma de transporte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui