Resultados concretos da Lava Jato no caso do pedágio afinal vieram à luz com a decisão que manda fechar a praça de Jacarezinho, baixar as tarifas em 26,75% e ainda por cima fazer o Contorno Norte de Londrina. É abrangente demais para ter execução imediata. Mas de todo o lero lero, até hoje provocado na área, é a primeira vez que se adota medida de impacto. Entre as sanções há ainda aquela que bloqueia R$ 1 bilhão e suas controladoras e dá trinta dias para a construção do Contorno Norte de Londrina.

Obviamente, o caso paranaense interessa ao conjunto do sistema, o “pool” de empreiteiras que explora o pedágio em escala nacional, na medida em que a gravidade dos fatos passa a exigir uma espécie de pente fino em todas as operações e a essa circunstância deverão montar no campo judicial e também no político-administrativo meios de contenção à investida.

De outro lado a rotina da Lava Jato prossegue e sob seu exame ações da Petrobras na Bahia num prédio, sob uso por trinta anos da estatal, a descoberta de sua construção que R$ 320 mi chegou a R$ 1 bi, constatando-se um esquema de propina que alcançou 10% do total. No comando dos processos a juíza Gabriela Hardt, substituta de Sergio Moro, e que deu uma dura no ex-presidente Lula na audiência do sítio do Atibaia, que, segundo especialistas, tem mais matéria probatória – documental, pericial e testemunhal – que o caso do tríplex pelo qual foi condenado.

Folclore
Foi preciso a Lava Jato entrar na parada para que se desmistificasse a questão do pedágio que desde o início é uma história tortuosa e mal contada e na qual as bravatas escondiam o que de fato era preciso saber.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui