O balanço mostra uma redução nos índices que medem a violência no trânsito nas rodovias federais paraenses. Em comparação a 2017, foi registrada uma redução de -12.5% no número de óbitos, -5,5% de acidentes graves e de -15,87% no número total de acidentes nas rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou no Estado do Pará, no período de 01 a 30 de julho, a operação férias escolares 2018. Nesse período o policiamento ostensivo preventivo, a fiscalização/orientação de trânsito e as ações de educação para o trânsito foram intensificados em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, de acordo com as estatísticas, para garantir aos usuários das rodovias federais segurança, conforto e fluidez do trânsito. Em busca de soluções efetivas para o trânsito nos 20 primeiros quilômetros da BR 316, a operação contou com equipes da PRF, Corpo de Bombeiros, do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual, do DETRAN/PA, da ARCON, da Guarda Municipal de Belém, da SEMUTRAN e Guarda Municipal de Ananindeua, da DIRETRAN e Guarda Municipal de Marituba.

Fiscalização e Educação para o trânsito

Por meio de trabalhos ostensivos, a PRF fiscalizou 9.171 veículos e 9.808 pessoas, ações educativas também foram promovidas e sensibilizaram 1.682 motoristas e passageiros acerca de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro.
Mesmo com campanhas sobre o comportamento do motorista, a PRF emitiu 5.243 autos de infração durante toda a operação. A conduta que resultou no maior número de infrações nas rodovias federais paraense foi o excesso de velocidade,  com um total de 1.440 autos de infração.

Principais infrações cometidas:

Excesso de velocidade (radar): 1.440
Ultrapassagem: 996
Sem capacete: 301
Sem cinto: 195
Alcoolemia: 90
Criança sem cadeirinha: 60

Chama a atenção a alta quantidade de  motoristas que foram autuados por realizarem ultrapassagens em faixa amarela contínua – conduta que causa o maior número de mortes em acidentes nas rodovias federais pela gravidade do acidente, que geralmente é colisão do tipo frontal. A mistura desse tipo de conduta imprudente com o excesso de velocidade é a receita exata para a ocorrência de acidentes de trânsito graves.

A PRF também realizou 5.503 testes de alcoolemia e o número de motoristas flagrados dirigindo sob a influência de álcool foi de 90.
Finalmente, 21 motoristas foram detidos, pois apresentaram índice de álcool no sangue além do previsto para infração, configurando-se crime de trânsito.

Os procedimentos de  fiscalização resultaram em 189 veículos retidos para o pátio, 133 CNHs e 761 CRLV recolhidos por irregularidades diversas.

 Inversão de Fluxo

A metodologia denominada inversão de fluxo ocorreu em 3 domingos do mês de julho, de acordo com a avaliação da PRF em relação ao volume de fluxo no retorno dos fins de semana. Durante a inversão, uma das faixas da pista do sentido Belém-interior foi liberada para a utilização dos condutores que estavam retornando/chegando à capital. Com isso foi possível diminuir os engarrafamentos e o tempo de viagem dos veranistas.

Acidentes

Tabela 1: Comparativo  da Operação Férias Escolares 2017/2018


Obs: Acidentes Graves são aqueles que geram vítimas graves ou vítimas mortas.
Obs: Houve uma modificação na classificação de Feridos de 2017 para 2018.

Em julho de  2018, ocorreram 126 acidentes em rodovias federais paraenses que resultaram na morte de 16 pessoas e 138 feridos. Estes números são menores quando comparados a 2017, ano em que ocorreram 146 acidentes, que resultaram na morte de 18 pessoas e deixaram outros 124 feridos.

Tipos de Acidente  com Vítimas mortas:
Colisão Frontal: 5
Atropelamento de Pedestres: 3
Capotamento: 2
Atropelamento de Animal: 1
Colisão Traseira: 1
Saída de Leito carroçável: 1
Colisão com Objeto estático: 1
Colisão Transversal: 1
Colisão Lateral: 1

A Polícia rodoviária Federal agradece a todos os parceiros que contribuíram com ações efetivas que colaboraram com o salvamento de vidas durante a operação férias escolares 2018.

Nosso agradecimento especial ao DETRAN, Polícia Militar, BPRV, Bombeiros, Secretarias de trânsito de Belém , Ananindeua, Marituba e Benevides e à imprensa paraense.

Fonte: www.prf.gov.br/agencia

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui