As BRs-040 e 060 vêm em seguida, segundo a Polícia Rodoviária Federal

O acidente que deixou nove mortos e 30 feridos, quinta-feira, acendeu o alerta para os riscos em estradas. A BR-020, onde aconteceu a tragédia, e a BR-040 são as rodovias mais perigosas que cortam o Distrito Federal e o Entorno. Elas levam, respectivamente, ao Nordeste e à região Sudeste do país. Em terceiro lugar está a BR-060, que liga Brasília a Goiânia.

A batida frontal entre um ônibus e uma carreta ocorreu no município de Formosa (GO), em um trecho de pista única e ultrapassagem proibida. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou outras 16 colisões na BR-020, de 1º de janeiro a 15 de fevereiro. Elas deixaram 15 mortos e 12 feridos. Contando com o caso de quinta-feira, que ainda não consta na estatística, são 24 mortos e 42 feridos. Na BR-040 houve 14 acidentes e quatro mortes. A BR-060 teve 5 ocorrências com três óbitos.

Em 2017, as três rodovias aparecem novamente nas primeiras posições no ranking das catástrofes no trânsito, mas com uma diferença: a BR-040 liderou o número de acidentes graves (166). A BR-020, por sua vez, registrou mais mortes (66).

O chefe do Núcleo de Acidentes da Superintendência da PRF em Brasília, Rafael Guedes, aponta três fatores para os casos fatais: excesso de velocidade, ultrapassagem indevida e embriaguez ao volante. “Na BR-020, há um trecho muito longo de pista simples que leva ao Nordeste e, por isso, ocorrem muitos acidentes em razão da ultrapassagem indevida, sono e ingestão de álcool. Já nas BRs-040 e 060, como há um grande perímetro urbano, há diversas ocorrências em razão da ingestão de álcool e do excesso de velocidade”, comenta.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui